Gerenciamento de pneus para máquinas pesadas

Gerenciamento de pneus para máquinas pesadas

O gerenciamento de pneus para máquinas pesadas quando feito de forma correta, garante a segurança do motorista, maximiza o consumo de combustível, bem como, reduz os custos de funcionamento.

Por isso, as empresas devem ter políticas e procedimentos implementados para gerenciar o comportamento dos pneus e aplicar medidas corretivas, se necessário.

Este artigo contém informações essenciais, necessárias para a gestão segura e eficiente de pneus para máquinas pesadas!

Gerenciamento de pneus para máquinas pesadasRealizando gerenciamento de pneus para máquinas pesadas

Primordialmente, os fabricantes de pneus têm muito cuidado na produção de produtos seguros, confiáveis ​​e compatíveis.

No entanto, o fabricante não pode acompanhar o pneu ao longo de sua vida, sendo o operador responsável pelo pneu nas condições de trabalho.

Esta responsabilidade é respaldada por obrigações não apenas relacionadas às condições dos pneus, mas também aos procedimentos e processos para garantir que os pneus em uso são adequados à operação.

Dessa forma, um sistema eficaz de gerenciamento de pneus é essencial para qualquer empresa e deve garantir:

  • O uso de pneus adequados ao veículo e às condições de operação a que são destinados;
  • Que os pneus do veículo sejam examinados regularmente e de perto quanto a danos e desgaste;
  • Criar processos para distribuir as melhores práticas em gestão de pneus por toda a frota;
  • Que a equipe que lida com a gestão de pneus seja devidamente treinada;
  • Que qualquer técnico que lide com as inspeções ou reparos de pneus seja devidamente qualificado;
  • O armazenamento dos pneus adequadamente;
  • Que os operadores reconheçam qualquer problema com os pneus;
  • Responder prontamente a qualquer relato de defeito nos pneus.

Cuidados com o armazenamento

A princípio, os pneus devem ser mantidos em um ambiente fresco, seco e moderadamente ventilado, longe de qualquer possível contato com óleo, solventes ou lubrificantes.

Armazene-os longe de fontes de calor, protegidos da exposição a luz solar, assim como, de forte iluminação artificial. Evite o armazenamento perto de qualquer equipamento elétrico que pode produzir faíscas, como equipamentos de soldagem, por exemplo.

Por fim, armazene os pneus em um estado relaxado, livre de tensão, compressão ou deformação, idealmente disposta verticalmente.

Gerenciamento de risco de pneus para máquinas pesadas

Trabalhar com pneus para máquinas pesadas ​​é potencialmente perigoso devido ao seu grande tamanho e massa, ao volume das pressões do ar ou gás, bem como, à presença de materiais combustíveis.

Os pneus são um elemento crítico de segurança. A liberação descontrolada de energia armazenada pode ter consequências sérias, até fatais.

Os operadores devem adotar uma abordagem de gestão de risco para desenvolver um plano de gerenciamento de pneus documentado, atualizado e específico para o local. Nesse sentido, considere esses três elementos principais:

  • Equipamento: segurança no projeto, capacidade adequada e conservação;
  • Equipe: treinamento, conhecimento, experiência, avaliação e aptidão para o trabalho;
  • Procedimentos de trabalho seguros: informações, instruções e manutenção de registros.

Realize inspeções para aumentar a segurança

Os pneus fornecem o elo vital através do qual todas as forças do equipamento são transferidas para a superfície e, portanto, são um dos aspectos mais importantes da segurança do veículo.

Pneus inadequados, com defeito ou com pressão inadequada podem causar um acidente ou, pelo menos, uma falha catastrófica durante a operação.

Para aumentar a segurança e auxiliar na gestão eficaz dos pneus, recomenda-se a seguinte lista de verificação diária:

  1. Verifique a pressão dos pneus a frio. Durante a operação, os pneus geram calor, o que pode fazer com que a pressão aumente bem acima do recomendado. Se a pressão for verificada, bem como, ajustada quando quente, o pneu terá pressão insuficiente quando estiver frio;
  2. Verifique se a profundidade da banda de rodagem nas bordas, quando houver uma diferença de profundidade de mais de 3mm, gire o pneu no aro para equilibrar o desgaste;
  3. Examine todos os pneus quanto a cortes, bolhas, etc.;
  4. Verifique se os pneus internos e externos das combinações de rodas duplas têm o mesmo diâmetro e se não há objetos presos entre os pneus. Para remover esses objetos, pode ser necessário esvaziar os pneus ou remover a roda externa.

Por fim, certifique-se de introduzir um processo adequado para inspecionar e verificar todos os pneus regularmente. Isso levará mais segurança ao veículo e ao operador e contribuir ainda mais para uma economia massiva em seus custos operacionais.

Princípios básicos para a escolha do pneu

A princípio, os pneus são os únicos pontos de contato entre o equipamento e o solo e, basicamente as suas funções são as seguintes:

  • Suportar a carga máxima autorizada na velocidade máxima legal do veículo;
  • Fornecer uma boa capacidade de amortecimento;
  • Transferir as habilidades de tração e frenagem para a superfície;
  • Aderir à estrada para controle do veículo em todas as condições;
  • Atingir a melhor dirigibilidade e longevidade possível, de acordo com os critérios acima.

Para escolher o tipo certo de pneu, é necessário saber em qual máquina e mão de obra serão utilizados e em que terreno trabalharão. Existem diferenças entre pneus radiais e diagonais que conferem à máquina, uma maior adaptabilidade a algum tipo de trabalho ou outro.

Cada pneu possui uma informações impressas nas paredes laterais para ajudar a identificar suas características. Essas são algumas das informações:

  • Indicação do tamanho contendo a largura, relação de aspecto e diâmetro do aro;
  • Tipo do pneu, normalmente radial ou diagonal;
  • Índice de carga e de velocidade;
  • Tipo de padrão de banda de rodagem, de acordo com a especificação do fabricante.

nfim, qualquer pneu escolhido como substituição deve normalmente ser do mesmo tamanho e construção do pneu original.

Nesse sentido, sempre consulte os dados dos fabricantes antes de usar um pneu com uma especificação diferente.

Trabalhando com pneus direcionais

Alguns pneus são projetados para serem usados ​​em uma direção de rotação específica, indicada na parede lateral por uma seta, para otimizar o seu desempenho.

O uso de um pneu direcional na direção oposta não constitui uma condição insegura, embora não seja ideal, o desempenho geral e o manuseio não serão comprometidos.

No entanto, o uso na direção oposta não é incentivado e deve ser considerado para ser apenas uma medida temporária, pois pode levar ao desgaste irregular dos pneus e ao aumento de ruído e vibração.

Se um pneu direcional mostra um perfil de desgaste irregular, pode ser girado no aro e operado na direção oposta sem prejudicar o desempenho.

Enfim, em casos como este, recomendamos que todos os pneus do mesmo eixo sejam virados no aro de modo que todas as marcações de setas rotacionais fiquem na mesma direção.

aiba mais sobre como escolher o pneu para máquinas pesadas em nosso outro artigo clicando aqui!

Linha ITR de pneus para máquinas pesadas

A ITR utiliza tecnologia inteligente para a fabricação dos pneus para máquinas pesadas. Utilizamos compostos duráveis que proporcionam excelente qualidade, garantindo tração sólida, assim como, excelente resistência a perfurações por impactos.

Oferecemos uma gama completa de pneus com diversos modelos, concebidos para as mais variadas condições de trabalho, bem como, os mais variados terrenos. Entre em contato com nossos consultores através do telefone 11 4750-1305.

– ITR South America –
Telefone: 11 4750-1305
E-mail: itr@itrsa.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Valvoline anuncia acordo para venda do negócio de produtos globais por $2,65 Bilhões Informa Resultados Financeiros Preliminares Terceiro Trimestre Exercício 2022 A transação concluirá
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Sobre Nós

A Revista EaeMáquinas, de circulação bimestral, é o melhor guia de compras do setor de máquinas; relacionando as empresas, revendas e distribuidoras de equipamentos, peças, prestadores de serviços e notícias relacionadas ao mercado.

Contato: atendimento@eaemaq.com.br — Tel.:11- 4604-8046

Siga-nos

Deixe seu Email para acompanhar as novidades

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!