8º Fórum de Manufatura discutirá temas visando impulsionar a indústria brasileira

 

8º Fórum de Manufatura discutirá temas visando impulsionar a indústria brasileira

8º Fórum de Manufatura discutirá temas visando impulsionar a indústria brasileira

O evento acontece em São Paulo, nos dias 26 e 27 de agosto de 2024, no Novotel São Paulo Center Norte

Melhorar a produtividade do País com inovação, além de buscar produtos de média e alta complexidade, tanto para o fornecimento local quanto para o aumento da exportação. Esta será a temática da palestra de Rangel Mattia, presidente e diretor de Manufatura da John Deere, no 8º Fórum de Manufatura. O principal evento do setor do País que será realizado em São Paulo, de 26 a 27 de agosto próximo, no Novotel São Paulo Center Norte, terá como tema central: “IA, modelos preditivos e analíticos e pessoas no centro da digitalização, impulsionando a indústria brasileira”.

“O Brasil está diante de uma oportunidade ímpar para impulsionar a indústria, visando aproveitar a oportunidade gerada no contexto geopolítico mundial, no momento em que se vê movimentos significativos de Near Shoring, aonde importantes países da América do Norte e Europa estão movendo a origem de compra de seus produtos da Ásia para outros países como México, por exemplo, ou mesmo localizando-os em seus próprios países”, afirma o presidente da John Deere.

Segundo Mattia, o País tem condições plenas de se tornar um importante player global no fornecimento de produtos, pois tem mão de obra, qualidade de processo e produtos. “Somos uma indústria muito resiliente, de forma ser habilitada a fornecedor global. Para tanto, precisa demonstrar competitividade, conhecer os mercados de atuação e demonstrar força de pós-venda”, sentencia.

Outro assunto que certamente despertará a atenção do seleto público do 8º Fórum de Manufatura diz respeito às tecnologias para a descarbonização viável. André Ferrarese, diretor de Pesquisa, da Tupy S.A. discutirá a necessidade de urgência nos processos de descarbonização e transição energética, uma vez que o mundo ainda é muito dependente do crescimento do consumo de energia, como meio de reduzir desigualdades sociais. “Cada nação deve organizar os melhores processos segundo suas possibilidades naturais e tecnológicas. Destaque para as soluções dispostas no Brasil e como a pesquisa e o desenvolvimento auxiliam na busca de um caminho promissor e na integração entre setores diferentes da indústria brasileira”, considera Ferrarese.

A inteligência artificial na cibersegurança OT também estará no radar do 8º Fórum de Manufatura. Na oportunidade, Alexandre de Oliveira, gerente Comercial da Westcon Redes, Conectividade e Cibersegurança Industrial, destacará os passos fundamentais para implantar a cibersegurança em ambientes OT. “A tecnologia e a conectividade industrial estão revolucionando a produção e os negócios. No entanto, essa transformação aumenta a exposição dos sistemas industriais a novas vulnerabilidades de cibersegurança. A situação se torna ainda mais crítica com o uso crescente da inteligência artificial por criminosos, coordenando ataques. Para aproveitar todos os benefícios das fábricas e processos digitalizados, é essencial garantir a segurança cibernética dos sistemas de automação e controle. Isso inclui a aplicação de inteligência artificial para combater as ameaças cibernéticas”, avalia Oliveira.

8º Fórum de Manufatura discutirá temas visando impulsionar a indústria brasileira 8º Fórum de Manufatura discutirá temas visando impulsionar a indústria brasileira

O 8º Fórum de Manufatura reunirá os principais executivos do segmento e áreas afins, tais como: bens de consumo, aeroespacial, automobilísticas, alimentos, bebidas, farmacêuticas, têxteis, máquinas, peças e equipamentos, papel, indústrias de transformação e de processos. Contará, ainda, com a presença das empresas patrocinadoras: Beckhoff, Tetra Pak, Tivit, Dassault Systemes, Porsche Consulting, Veolia, Westcon, Sick, Cogtive, Efeso, Venturus, Vockan, St-One, Iniciativa Aplicativos, Comprint, Labsoft e Vesuvius. Entre os apoiadores, figuram importantes entidades:  Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (ABIMEI), Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (ABIVIDRO), Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas Automotivos e Industriais (ABRAFILTROS) e Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). Apoiadores de mídia: Revista Petro & Química, Revista C&I – Controle & Instrumentação, Centro de Informação Metal Mecânico (CIMM), Pacto de Promoção da Equidade Racial e Visite São Paulo.

Sobre a Dialogia

Hoje referência como centro de informações e relações com o mercado, a Dialogia foi instituída em 2007. Desde então mantém a missão de prover conhecimento e aprofundar o relacionamento das organizações com o mercado e seus diversos públicos, proporcionando benchmarking e networking entre executivos, empresários e acadêmicos.

Para tanto, a Dialogia promove programas de seminários, fóruns, congressos e demais eventos. Com esse objetivo, elabora pesquisas para identificar temas de alto grau de interesse dos segmentos envolvidos. O resultado dessa análise é a promoção de eventos com a presença garantida dos principais players do mercado.

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024
Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024 Ao todo, o saldo
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!