Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de…

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

Quem trabalha na construção civil já deve ter utilizado uma pá carregadeira para otimizar o tempo no carregamento ou mistura de grandes quantidades de materiais em uma obra. As máquinas são versáteis, pois podem realizar diferentes funções como: coletar, transportar, aplainar e empurrar areia, brita, terra, entulho entre outros.

Os equipamentos são encontrados em diferentes tamanhos (pequeno, médio e grande) e potência, e possuem duas versões: sobre rodas e sobre esteira. A primeira é usada em trabalhos de terraplanagem, enquanto a segunda opção é ideal para demolições, nivelamento e escavações, já que possui maior aderência ao solo.

Nesta edição do Comparativo da Revista Eae Máquinas, selecionamos as principais fabricantes de pás carregadeiras e seus modelos para que você analise qual a melhor máquina usar, dependendo do ambiente e aplicação necessários. Confira:

CASE 621E

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

A CASE Construction Equipment possui três modelos disponíveis, dentre elas a 621E. “Essas máquinas possuem a otimização perfeita entre alta potência e baixo consumo, além do melhor índice de serviços de manutenção da categoria”, diz a marca.

“Cada vez mais, o manuseio de material exige máquinas com excelente tração, grande potência, alta capacidade de levantamento, operação silenciosa e baixo consumo de combustível. Para atender essas necessidades, projetamos as pás carregadeiras Série E”, informa a companhia.
De acordo com a empresa, a 621E tem características como: conforto, facilidade de operação e manutenção, robustez, desempenho e componentes integrados que “dão um novo sentido à palavra produtividade”, afirma a fabricante.

Outro destaque do modelo está na economia no consumo de combustível. “Isso acontece devido ao seu módulo de arrefecimento montado no meio da máquina (cooling box), um diferencial da CASE”, frisa.

O motor eletrônico, certificação Tier 3/MAR-I e 137 hp de potência bruta, dispõe de duas curvas de potência e dois modos de trabalho (standard e eco), sendo que, no modo eco, o equipamento garante até 10% de economia em relação à versão standard. “O modelo possui ainda curva de torque que permite atingir a potência mais rapidamente e mantê-la por mais tempo, garantindo agilidade ao encher a caçamba”, adverte a CASE.

A 621E, diz a marca, proporciona mais facilidade e rapidez nas manutenções diárias e maior disponibilidade para produzir. “Projetada para encarar qualquer desafio, ela tem grande estabilidade, tração superior, potência para desagregar/empurrar, capacidade de elevação e ainda operação silenciosa”, destaca. Suas inovações tecnológicas, diz a empresa, fazem dela uma das mais produtivas do mercado e seu sistema hidráulico é sensível a carga (Load Sensing), permitindo desagregação e capacidade de levantamento superiores.

“No quesito conforto ao operador, o equipamento conta com um ambiente operacional espaçoso e com uma grande área envidraçada que proporciona uma visibilidade de 360º”, explica o especialista de produto da CASE Construction Equipment, Trazilbio Filho.

As cabines ROPS/FOPS contam ainda com assento ajustável, com suspensão, joysticks e interruptores fáceis de operar, além de controles com disposição inteligente e um sistema de monitoramento de bordo que proporcionam um controle total das operações.

Outras características do equipamento são: modelo pequeno, com motor de dupla potência; versões Fertilizante e Canavieira, para atender segmentos específicos; Ventilador reversível (opcional), que remove os detritos dos radiadores em poucos segundos; maior economia de combustível: consumo 10% menor no modo econômico; mais produtividade e mais rentabilidade; novos discos de freio com durabilidade 3,5 vezes maior; menor custo de propriedade e manutenção.

Cat® 920K

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

A Caterpillar produz um dos maiores portfólios de pás carregadeiras do mercado. Na classe deste comparativo, a marca conta com os modelos 920K e 924K, respectivamente com 102 hp e 141 hp e peso operacional de 8.755 quilos e 11.795 quilos. Para este comparativo, a fabricante escolheu destacar a 920K. Ela tem como característica, segundo a empresa, produtividade, economia e versatilidade. “O modelo conta com as caçambas da série performance, sinônimo de produtividade com fator de enchimento de até 100% e um sistema de alta performance com capacidade de realizar movimentos simultâneos através das bombas dedicadas (direção, implemento, hidrostática) diz o consultor de marketing da Caterpilllar, Marcus Angeli.

Marcus explica que o modelo pode ser configurado com pneus de 20.5 e caçamba de 2.0m3, aumentando seu peso operacional para 9.800 quilos e consequentemente sua capacidade de carga.

O modelo conta com o opcional de engate rápido IT, aumentando a versatilidade do equipamento, além das caçambas da série performance exclusivas da marca, possui outras opções de acessórios como caçambas de material leve, garfo para paletes e manipulador de big bag. “Essas ferramentas aumentam a produtividade e estão disponíveis de fábrica”, informa a fabricante.

Já em relação ao sistema eletro-hidráulico, a Caterpillar indica que a máquina está equipada com sistema de última geração que proporciona baixo esforço e controle preciso com tempos de ciclo rápidos.

“O joystick multifuncional ajuda a manter os olhos no trabalho. O operador pode alterar a capacidade de resposta da máquina com o toque de um botão, o que permite que a máquina seja ajustada exatamente da maneira pretendida com base na aplicação”, detalha o representante da fabricante.

Um diferencial do produto, segundo a empresa, está motor mecânico com baixo custo de manutenção, que em sintonia com o sistema hidrostático e refrigeração sob demanda proporciona um baixo consumo de combustível, informa Marcus.

Já a cabine apresenta a visibilidade de toda a área. “Podendo ser ampliada com a disponibilidade de uma câmera de visão traseira”, diz. A cabine, informa, garante conforto ao operador com um assento confortável e controles intuitivos. Além disso, pensando no dia a dia, o modelo possui fácil acesso para checagem diária dos fluídos e pontos de lubrificação, todos de fácil acesso ao nível do solo.

A Carregadeira 920K, diz a fabricante, oferece uma solução balanceada para todas as aplicações, com potência eficiente, altas cargas de tombamento com giro total, forças de desagregação potentes e potência do motor aprimorada. Além disso, completa a Caterpillar, possui recursos de economia de combustível, tais como modo econômico e um ventilador de arrefecimento sob demanda. Recentemente a fabricante ampliou a oferta de opcionais, agora conta com a opção de ventilador reversível, “recurso indicado para ambientes com alto índice de partículas suspensas no ar”, completa Marcus.

JCB – 422ZX

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

Para quem procura uma pá carregadeira que se apresenta como destaque em conforto e segurança deve estar atento ao modelo 422ZX da JCB. A empresa apresenta ao mercado brasileiro a máquina, que, segundo a marca, proporciona alta produtividade e baixo custo operacional, devido ao trem de força e braço instalados no equipamento.

Em relação à tração e capacidade de entrada no material, a marca destaca que “a combinação de um motor JCB DIESELMAX com a renomada transmissão ZF e eixos também ZF tipo LSD de patinagem limitada, proporciona excepcional tração e altíssima capacidade de corte”, ressalta.

Outro diferencial, segundo a fabricante, está na geometria do braço da carregadeira em Z que gera a máxima força de desagregação para corte de material agregado e aumenta o alcance durante carregamentos de caminhões.

O modelo 422ZX da JCB tem o motor DIESELMAX, que de acordo com a companhia tem qualidade é confiável e durável, com sistema de filtragem eficiente para lidar com a qualidade variável do combustível. “Os avançados processos de fabricação e montagem utilizam componentes de qualidade e construção precisa. Conectores elétricos com nível de proteção IP67 mantêm água e poeira fora do sistema elétrico”, garante a JCB.

“Nossa articulação central tem rolamentos cônicos duplos, bem como um conjunto de pinos de maior dimensão, que garantem a dispersão de esforços no chassi. Para proteger os cilindros de direção e as mangueiras contra danos, eles estão posicionados em posição elevada”, revela a fabricante.

Outro diferencial apresentado pela empresa está na cabine de operação que possui ar-condicionado e aquecedor, além de janelas em ambos os lados. “O modelo foi desenvolvido para que os operadores permaneçam confortáveis, alertas e produtivos quanto possível”, diz a companhia. A máquina ainda possui certificações como a ROPS e FOPS, de acordo com as normas EN ISO 3471:2008 (ROPS) e EN ISO 3449:2008 (FOPS).

Segundo a marca, a pá carregadeira JCB 422ZX ainda conta com um diferencial que é a facilidade de manutenção. A empresa afirma que o equipamento tem intervalos de troca de óleo e filtro estendidos para manter a manutenção mínima. O acesso rápido e fácil ao compartimento do motor e ao conjunto de arrefecimento são assegurados pelas grandes aberturas laterais e traseiras.

“As verificações diárias e o acesso aos pontos de graxa (juntamente com os medidores de nível do óleo) são todos ao nível do solo e fazem a vida ainda mais fácil e segura”, afirma a empresa com mais de 70 anos de atuação.

KOMATSU – WA200-6

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

A Komatsu possui em seu portfólio diversas pás carregadeiras que se enquadram nas categorias das classes de pequeno, médio e grande porte. Na classe de pequeno porte, a companhia destaca o modelo WA200-6 que, segundo a marca, atende diversas aplicações devido a sua versatilidade e economia. Ele é equipado com motor Tier-3 de 4 cilindros, potência de 126 HP, peso operacional de 10.560 ~ 11.015kg e caçamba de 2.1m³.

De acordo com a empresa, um dos diferenciais do modelo é a eficiência da transmissão de energia gerada através do motor para o sistema de transmissão. “A transmissão hidrostática HST, proporciona maior eficiência na operação com menor perda de potência na tração resultando em força de penetração e, atrelado a força hidráulica uma elevada força de desagregação de material de 9.380kg”, descreve a companhia.

A pá carregadeira WA200-6 possui como item de série, o seletor de mudança variável de velocidade do sistema de transmissão hidrostática HST. “Esse sistema permite que o operador possa ajustar a velocidade de deslocamento para carregamento de caminhões em “Y” de tal maneira que o braço e a caçamba cheguem à altura de despejo no exato instante em que a carregadeira atinge sua posição de despejo”, informa.

“Importante ressaltar que a Komatsu é pioneira na utilização do sistema de transmissão hidrostática, conferindo mudança automática de velocidade com máxima potência e eficiência ao equipamento”, sublinha a fabricante.

A WA200-6 conta com sistema torque proporcional nos dois eixos e o sistema de ventilador é de acionamento hidráulico com inversão de rotação, resultando nas limpezas do conjunto de radiadores automaticamente e o pré filtro de ar ciclônico é responsável pela melhor qualidade de sucção do ar do motor diesel, reduzindo paradas do equipamento para limpeza do filtro de ar por obstrução.

Outro benefício da pá carregadeira, segundo a empresa, está na alavanca de joystick F-N-R como item de série no equipamento, que permite realizar uma mudança no sentido de deslocamento frente ou ré sem que o operador tire a mão do volante, e a cabine com certificação ROPS e FOPS nível 2.

A Komatsu disse que disponibiliza para todos os equipamentos, como item de série, o sistema de telemetria KOMTRAX, gratuito por 10 anos, que proporciona ao cliente o gerenciamento remoto da frota e controle do desempenho operacional, fornecendo detalhes como consumo de combustível, localização e recomendações para planejamento de manutenção preventiva.

New Holland Construction – 12D EVO

Pás carregadeiras são versáteis e otimizam trabalho no canteiro de obras

Se está buscando facilidade de operação, baixa complexidade de manutenção, melhor visibilidade do implemento frontal e ciclos rápidos, a New Holland Construction, marca da CNH Industrial, apresenta como alternativa o modelo 12D EVO.

De acordo com a companhia, a pá carregadeira tem elevada capacidade de desagregação e carregamento; fácil manutenção, e baixo custo operacional. Ela vem com motor FPT, modelo NEF6 TIER 3, turboalimentado, de elevado desempenho e confiabilidade, além do sistema de arrefecimento do tipo cool box que garante uma maior troca térmica nos radiadores e hélice reversível para facilitar a limpeza.

Outra característica é que o equipamento oferece segurança nas condições mais extremas. “O sistema de freios, acionado hidraulicamente, é preciso, eficiente, confiável e oferece total segurança nas mais diversas condições de operação”, revela a marca.

A companhia explica que os freios a disco em banho de óleo, totalmente vedados e livres de contaminação, preparam a máquina para trabalhar nos ambientes mais severos, como portos de areia, aplicações agrícolas, depósitos e construção.

A pá carregadeira possui também circuitos independentes para cada eixo com acumuladores de nitrogênio que permitem ao operador frear a máquina em caso de parada do motor. “Para que toda a potência do motor seja convertida em máxima produtividade, a 12D EVO utiliza uma transmissão Powershift, que permite troca de marchas suaves através de um único seletor de marcha”, revela a New Holland Construction.

Já em relação ao baixo custo operacional, a companhia afirma que o Sistema Decluth, uma vez habilitado, desabilita automaticamente a tração da transmissão, fazendo com que, toda a potência gerada pelo motor e utilizada pelo sistema hidráulico, gere ciclos mais rápidos com economia de combustível.

A fabricante ressalta que a 12D EVO traz uma cabine equipada com ar-condicionado para maior conforto ao operador, o cinematismo do braço (duplo Z-bar) permite uma maior visibilidade no carregamento, para proporcionar a segurança necessária para a operação. Além disso, conta com certificação ROPS/FOPS e vidro frontal laminado.

“O painel de instrumentos é de fácil consulta, com mostradores iluminados que permitem perfeita leitura em operações noturnas com marcador de combustível e desligamento de motor. A abertura do capô, tipo asa de gaivota, garante fácil acesso aos principais pontos de manutenção e inspeção, garantindo uma manutenção fácil e mais rápida”, descreve a marca.

SEM 636D

Se busca por alta produtividade, eficiência e confiabilidade a Caterpillar oferece modelos de pá carregadeira da sua marca SEM. Para este comparativo, a fabricante destaca a SEM636D com capacidade de carga de 3.000 quilos. A SEM936D, informa o representante de vendas da SEM, Marcello Sena, tem motor WDEC WP6G125E332 que é otimizado de baixa rotação e grande reserva de torque para oferecer alta produtividade.

Este modelo de pá carregadeira SEM pode ser aplicada nos segmentos de agricultura, pecuária e preparação de terrenos cultiváveis, assim como na construção e manutenção de áreas, florestal e madeireiro, engenharia hidráulica e energia hidrelétrica, proteção do meio ambiente e combate à desertificação. Além de setores como carvoaria, energia e usinas elétricas, tratamento de resíduos, mineração, pedreiras e agregados. Opera ainda em portos, atividades logísticas, ferrovias, construção e manutenção de estradas e aeroportos, entre outros.

De acordo com a fabricante, a pá carregadeira SEM trabalha com uma transmissão otimizada “para garantir mudanças de marcha precisas e suaves, mesmo nas mais rígidas condições de trabalho”, afirma Marcello.

Além disso, a marca informa que o equipamento também tem baixas emissões de poluentes em respeito às normas ambientais. Ela possui pontos de tomada de pressão hidráulica padrão, portas com alto ângulo de abertura para que haja espaço para a manutenção, conversor de torque independente da transmissão. “A combinação perfeita entre velocidade e sistema hidráulico, resultando em alta eficiência”, destaca o representante da marca.

Para maior facilidade e precisão, a empresa afirma que o equipamento possui características como controle com joystick, sistema com bomba única de fluxo compartilhado, transmissão de contra-eixos com componentes internos de confiabilidade, grande força de tração em primeira marcha e alta velocidade em segunda, garantindo, de acordo com a empresa, eficiência no carregamento e transporte de materiais.

Em relação a estrutura, a máquina possui caçambas da série performance, que aumentam a capacidade de carga para 110%. A SEM afirma que “utilizando o conhecimento da Caterpillar, submete seu projeto e componentes a softwares de análise de elementos finitos (fea) e análise de tensão estrutural na máquina (omsa), assegurando sua durabilidade”, declara.

De acordo com Marcello, o modelo SEM636D conta com cabine premium com maior espaço e visibilidade, amortecedores patenteados Mac de menor ruído e maior conforto. Assim como, assento ajustável, janelas deslizantes e ar-condicionado, alavanca única de mudança de marchas e saídas de ar ajustáveis para melhor circulação interna de ar.

XCMG –  LW350KV

A pá carregadeira modelo LW350KV, da XCMG, é indicada para quem precisa de um equipamento que proporcione economia, alta eficiência, confiabilidade e conforto.

A empresa informa que o sistema de trem de força e motor garantem eficiência e baixo consumo, com uma economia de cerca de 10%, além disso, o equipamento tem capacidade de levantar cerca de três toneladas de material. “O ciclo de substituição do óleo hidráulico é estendido, reduzindo o custo do usuário e fazendo com que a nossa pá carregadeira seja o caminho certo para o sucesso”, declara a fabricante.

Outra característica está no uso de tecnologia de lubrificação, patenteada pela marca, na qual a caixa de transmissão otimiza o sistema de lubrificação, resolvendo os problemas relacionados ao trabalho insuficiente ou desigual da caixa de transmissão.

“O uso da estrutura mecânica de placa única de alta resistência exclusiva da XCMG, e sua relação de consumíveis de operação que está, mais uma vez, um passo à frente dos demais produtos da indústria”, diz a fabricante.

O chassi, explica a XCMG, é projetado com uma estrutura de longa distância entre eixos (2900 mm) para serviços pesados. O quadro frontal adota a estrutura de placa espessa e o quadro traseiro adota uma estrutura de viga de placa única com quadro reforçado, para que o quadro se adapte a condições de trabalho adversas.

“A placa do braço é reforçada, a viga da base do balancim é feita de chapa retangular, a seção transversal é ampliada, a placa da viga é espessa e a adaptabilidade a condições de trabalho adversas são significativamente melhoradas”, descreve a companhia.

De acordo com a companhia, um destaque da pá carregadeira está na caçamba feita de aço. “Esta característica faz com que haja uma resistência ao desgaste e ao impacto superior em mais de 30% em comparação às demais máquinas do segmento”, frisa.

O equipamento, explica a empresa, possui uma caixa especial de eixo fixo de controle elétrico com componentes importados usados em peças-chaves de suporte de carga. Além disso, a pá carregadeira modelo LW350KV, da XCMG, possui sistema de teste de tecnologia e o método experimental usado para otimizar o design do sistema de lubrificação da caixa de transmissão.

“Outro benefício está na flange do eixo de transmissão que adota os padrões DIN e SAE, tornando a carregadeira resistente à torção, atendendo às severas condições de trabalho”, completa a XCMG.

XGMA –  XG935H

A pá carregadeira modelo XG935H da XGMA, empresa chinesa líder em equipamentos para o setor da construção civil, é apresentada pela empresa com destaque por permitir a redução do consumo de combustível que pode chegar a até 10% de economia.

“A máquina é equipada com motor verde, ou seja antipoluente, com tecnologia de intercooler ar-ar que eleva a potência de saída em 30% e reduz o consumo de combustível em 10%, além de melhorar a confiabilidade”, destaca a companhia.

A pá carregadeira modelo XG935H da XGMA conta ainda com motor a diesel, de quatro tempos, arrefecido a água e com 6 cilindros em linha.

Outra característica do equipamento, fabricado pela chinesa, está na bomba dupla patenteada de confluência e difluência e tecnologias equivalentes de descarga que dão prioridade à direção. “Este sistema além de ser eficiente ainda ajuda a economizar energia, proporcionando melhor potência de saída e menor consumo de combustível”, informa a fabricante.

Já quando o assunto é carga, a máquina tem capacidade de 3.200 kg. De acordo com a companhia, o modelo possui a maior altura de descarga em comparação com outras marcas disponíveis no mercado. “A XGMA oferece a maior altura de descarga entre os carregadores de três toneladas do ramo, com a mesma bitola, fazendo com que a pá carregadeira XG935H atenda às diversas condições de trabalho”, afirma a empresa.

Segundo a fabricante, a máquina também possui um raio de giro pequeno, por meio da tecnologia patenteada de aperfeiçoamento da XGMA. Esse recurso permite melhor manobrabilidade e alta flexibilidade, o que contribui para a versatilidade de operação da máquina para diferentes setores e atividades.

Já os engates são funcionais e de rápido acoplamento com seu sistema hidráulico que garante uma mudança ágil. “Os acessórios funcionais de engate rápido dão cobertura completa a uma grande variedade de locais de trabalho”, alega a fabricante.

Em relação ao conforto e segurança do operador, a pá carregadeira modelo XG935H possui uma cabine feita com material retardador de chama, absorção de choque, baixo ruído e vidro certificado da UE (União Europeia). Além de, segundo a empresa, ter um design ergonômico e com espaço para facilitar as operações, o indicador de nível de óleo é eletrônico (padrão) com número selecionável e direção ajustável.

Assim como, a cabine é fechada com ar condicionado e também conta com proteção ROPS/FOPS, ou seja, estruturas protetoras contra capotamento e com proteção contra queda de objetos.

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa
Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!