Pesquisar
Close this search box.

Segurança na cabeça: dispositivo em capacetes emite presença e sinais em…

Segurança na cabeça: dispositivo em capacetes emite presença e sinais em situações de risco de operários em canteiros de obras e fábricas

Trackfy, da Bahia, desenvolve dispositivo acoplado em capacetes que emitem dados em tempo real sobre localização e movimentação de trabalhadores nas unidades, identificando gargalos e melhorando segurança nesses ambientes

Segurança na cabeça: dispositivo em capacetes emite presença e sinais em situações de risco de operários em canteiros de obras e fábricas

A startup Trackfy Tecnologia desenvolveu uma solução para aprimorar as condições de segurança em canteiros de obras e plantas industriais, que chama a atenção pela forma inusitada com que é aplicada. A inovação já vem sendo utilizada por trabalhadores de grandes empresas de polos fabris em Camaçari (BA), Cubatão (SP) e Mauá (SP). Chama a atenção pela praticidade com que pode ser incorporada.

A solução tecnológica é um dispositivo que fica acoplado em capacetes (também em crachás) e emite, em tempo real, dados e informações para uma plataforma em nuvem. A solução utiliza recursos como Internet das Coisas (IoT), análise de dados (data analytics) e algoritmos.

O CEO da Trackfy, Túlio Cerviño, explica que a segurança é aprimorada porque, com o monitoramento em tempo real e a análise de dados, os gestores de canteiros de obras e de plantas industriais acompanham a presença de suas equipes de operários nas áreas industriais, de forma 100% digital e integrada a um sistema de análise, planejamento e alertas. “Conseguimos identificar quando os trabalhadores estão em zonas ou situações de maior risco. Em caso de emergências, acidentes ou sinistros em geral, o alerta para ação da equipe de emergência ou evacuação de áreas é imediato e direto”, conta.

Segurança na cabeça: dispositivo em capacetes emite presença e sinais em situações de risco de operários em canteiros de obras e fábricas
Tulio

Assim, o dispositivo permite o controle dos trabalhadores que de fato conseguiram deixar as zonas em emergência. “Esse controle que, até então, era feito por observação, aqueles que o encarregado pelo canteiro de obra conseguisse enxergar, e por uma lista de chamada manual, agora tudo passa a ser automatizado, tornando o processo eficiente, sem falhas e protegendo vidas”, explica.

A tecnologia possui um módulo constituído por hardwares IoT e um sistema para captação de dados, análises, insights e gestão. Além disso, inclui o módulo Trackfy Docs, um software para aprovação digital de documentos, que podem ser gerados automaticamente pelo Trackfy ou inseridos manualmente no sistema.

Entre as empresas que já são clientes da Trackfy e que utilizam essa tecnologia, estão grandes nomes dos setores Químico, Petroquímico, Siderurgia Mineração e Construção Cívil. O CEO da Trackfy explica que a solução é exclusivamente para fins de gestão operacional de canteiros e plantas, observando, dessa forma, os princípios da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e da legislação trabalhista. Além de estar alinhada a 3 dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da agenda 2030 da ONU.

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Klüber Lubrication está entre as principais empresas de inovação aberta no país Empresa do Grupo Freudenberg foi reconhecida no Top 4 na categoria Química
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!