9º CNMA traz personalidades do agro para integrar Conselho de Conteúdo

9º CNMA traz personalidades do agro para integrar Conselho de Conteúdo

9º CNMA traz personalidades do agro para integrar Conselho de Conteúdo

O grupo traz nomes importantes ligados direta e indiretamente ao agro em busca de visão plural sobre os principais assuntos do setor

O agronegócio, além de plural, está em constante movimento. Por isso, em mais um ano, o Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio – CNMA reúne nomes importantes ligados direta e indiretamente ao setor para a formação do Conselho de Conteúdo, trazendo uma curadoria diversificada, com temas embasados em tendências e anseios do agro, e promovendo espaços de interação, conhecimento e novas oportunidades.

O evento, que ocorre nos dias 23 e 24 de outubro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo, tem como tema “Mulher Agro Brasileira: Voz para o Mundo” e, de acordo com o curador de conteúdo do CNMA, José Luiz Tejon, “o objetivo é posicionar o Congresso como uma grande referência, que dissemina a força feminina como meio de expandir a visão global sobre o agro brasileiro, a fim de não sermos mais um gigante desconhecido , além de consolidar uma percepção mundial justa do setor como um todo”.

Mas para alcançar esses objetivos é necessário critério e assertividade na abordagem dos assuntos, e é por isso que o Conselho de Conteúdo desempenha um papel fundamental, visto a complexidade do agronegócio.

O presidente do Conselho de Administração da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (FUNDEPAG) e do LIDE Agronegócios, Francisco Matturro, participa do Conselho de Conteúdo do CNMA pela primeira vez e compartilha seu sentimento. “O agro é minha vida, sempre estive envolvido com o setor. Por isso, é muito gratificante fazer parte de um evento tão relevante e inovador como o Congresso. Gosto muito de estar nesse meio e contribuir com um pouco de tudo que já aprendi na vida”, diz.

O grupo é composto por nomes envolvidos nas mais diversas áreas do agro e garante o repertório e a pluralidade necessária para a seleção e abordagem dos assuntos que serão trazidos no evento. “A união de todo esse conhecimento multisetorial é essencial quando pensamos em conteúdo. Além disso, o Conselho tem a importante missão de alinhar estrategicamente tudo o que será abordado, visando a lógica, a coerência e a divisão assertiva dos discursos e direcionamentos”, reforça Matturro.

“Acredito que essa abordagem multidisciplinar e plural contribui para que o CNMA continue sendo um fórum atrativo para quem participa, com debates sempre atualizados. Devido a essa construção, as congressistas já sabem que haverá qualidade na curadoria de palestrantes e dos conteúdos a serem apresentados”, complementa a representante regional Sudeste da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), Márcia Nejaim.

Com especialização em gestão pela Universidade de Harvard e Chevening Fellow em responsabilidade corporativa pela Universidade de Nottingham, a profissional também participa do Conselho pela primeira vez. “Para mim é uma honra poder contribuir, mas, sem dúvida, também aprender muito em meio a pessoas com perfis diversos e tão ricos”, comenta.

A superintendente do Sistema OCB e vice-presidente do Instituto Pensar Agropecuária (IPA), Tania Zanella, que pelo primeiro ano faz parte do Conselho, diz ser uma oportunidade singular de colaborar com profissionais diversos e experientes, sugerir novas ideias e contribuir para moldar os conteúdos do Congresso. “É um compromisso importante, que me move em busca do máximo empenho para que o evento seja mais uma vez um sucesso e que promova a diferença no setor agropecuário e o fortalecimento das mulheres que atuam nele.”

Tania explica que a escolha dos assuntos começa com uma série de debates iniciais, para os quais todos os membros do grupo trazem sugestões baseadas em tendências atuais, feedback de participantes das edições anteriores e as necessidades emergentes do setor. “Consideramos fatores como relevância, impacto potencial e diversidade de tópicos. Após os debates, refinamos essas ideias, priorizando os temas que melhor se alinham com os objetivos do evento, e selecionamos os assuntos finais, garantindo que todo o conteúdo escolhido reflita uma visão equilibrada e abrangente”.

Participando de diferentes estratégias do Sistema OCB que visam o aumento de lideranças femininas, como o comitê Elas Pelo Coop e a plataforma CapacitaCoop, a superintendente acredita que o CNMA também desempenha um papel crucial nesse cenário. “O evento cria um grande ambiente de discussões, compartilhamento de experiências, inspiração e networking. As mulheres podem se conectar, aprender umas com as outras e encontrar apoio para suas jornadas de liderança”, conclui.

Além dos profissionais, a formação do Conselho é composta por outros seis nomes: o presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), Caio Carvalho; a diretora-executiva da ABAG, Gislaine Balbinot; a diretora de comunicação da ABIA, Marina Mantovani; a chefe de meio ambiente da Embrapa, Paula Packer; o Embaixador Especial da FAO para as cooperativas, Roberto Rodrigues e o presidente da FAESP/SENAR e vice-presidente do Sebrae, Tirso Meirelles.

As inscrições para o CNMA podem ser realizadas pelo site www.mulheresdoagro.com.br/inscricao/ e mais informações podem ser acessadas em www.mulheresdoagro.com.br e pelo Instagram do evento @congressodasmulheresdoagro.

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Scania Cotrasa inaugura nova concessionária Instalação amplia o apoio aos clientes de caminhões, ônibus e motores na região da Tríplice Fronteira, no Paraná A
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!