ABB destaca alternativa viável para empresas preservarem meio ambiente e manterem vantagens competitivas

ABB destaca alternativa viável para empresas preservarem meio ambiente e manterem vantagens competitivas

Além de contribuir com a redução de CO2, aumento da eficiência energética dos motores elétricos e uso de acionamentos e serviços proativos de monitoramento de dados reduz consumo de energia, aumenta produtividade e permite retornos de investimento em curto prazo

Além de contribuir com a redução de CO2, aumento da eficiência energética dos motores elétricos e uso de
Presidente global da divisão de serviços da área de Motion da ABB, Erich Labuda

Números da Agência Internacional de Energia (AIE) revelam que 25% das emissões globais de carbono vêm da indústria e boa parte por causa dos motores elétricos. De olho na mobilização dos países e da sociedade civil em zerar emissões de gases prejudiciais ao meio ambiente e, assim, contribuir com metas globais para diminuir a média de temperatura do planeta, a ABB chama atenção para soluções que se mostram promissoras e factíveis para os gestores das companhias.

“A eficiência energética de equipamentos como os motores elétricos e inversores de frequência pode assumir um papel ambientalmente sustentável, economicamente viável e socialmente responsável, juntamente com serviços proativos para monitorar estes equipamentos”, destaca o presidente global da divisão de serviços da área de Motion da ABB, Erich Labuda. Para ele, “tão importante quanto essa condição é a possibilidade de aplicá-la de forma concomitante aos demais esforços para reduzir a emissão de poluentes, em busca de uma sociedade de baixo carbono”.

Erich Labuda explica com base em projeções da AIE que “se os motores ineficientes ou com baixa eficiência em operação fossem trocados motores elétricos mais eficientes poderíamos ter uma redução de até no consumo de eletricidade em até 10% no mundo”, ressalta.

Cases emblemáticos

Um levantamento recente da ABB com pouco mais de Dois Mil motores elétricos industriais em uma série de segmentos e aplicações industriais indica um potencial médio de redução de energia de 31% por motor, desde que o funcionamento deles siga indicações de auditorias técnicas.

Falando especificamente do Brasil, Labuda destaca que a preocupação por eficiência energética não é algo novo. Ele recorda de uma ação realizada com a Saneago, maior empresa de saneamento de Goiás. A substituição de motores por equipamentos mais eficientes e o uso de acionamentos na etapa de bombeamento permitiu que a empresa alcançasse uma economia de energia de mais de 6.000 MWh por ano, correspondendo a US$700.000 anuais.

Além disso, ao implementar outro ajuste com a solução ABB Ability Digital Power Train, a Saneago aprimorou o tempo de atividade ao obter novas e valiosas análises sobre a condição de equipamentos e as necessidades de manutenção. A tecnologia digital possibilitou, ainda, o monitoramento remoto de drives, motores e bombas, informando os operadores sobre a condição desses equipamentos. Essa condição favorece a adoção de medidas preventivas e amplia a segurança, a vida útil dos equipamentos e amplia a garantia de abastecimento da população atendida pela Saneago.

Outro caso que promete entregar alta eficiência e performance com o uso dos produtos da ABB também no setor de água e saneamento está no sul do país. é A Companhia de Água de Joinville assinou seu primeiro contrato de performance de energia com a Vitalux-Ecoativa. A Vitalux-Ecoativa, especializada em prestação de serviços de planejamento, gestão e implementação de obras de infraestrutura em projetos de redução de perdas de água, coleta e tratamento de esgoto, além de eficiência energética e geração de energia a partir de fontes renováveis, irá substituir 17 conjuntos motobombas, sendo motores de alta eficiência de certificações IE5 e IE4 com acionamento por inversores de frequência para monitorar e acompanhar as metas de atuação.

Este projeto promete entregar uma redução de 8.000 MWh/ano no consumo de energia e uma economia anual decorrente de R$4,7 milhões nas despesas de energia. Além disso, evitarão a emissão de 800 toneladas de gás carbônico por ano.

A ABB no Brasil vem crescendo nos últimos anos. A área de negócios de Motion, responsável por motores, geradores, acionamentos e CLPs, tanto produto quanto serviços para estes equipamentos, tem apresentados crescimento expressivos, 37% em 2022, comparado com 2021 e mais 15% no último ano, frente ao ano anterior, tendo como destaque na mineração, papel e celulose, óleo e gás, alimentos e bebidas, água e saneamento.

Desafios de implementação

ABB e AIE estimam que se 80% dos motores industriais instalados hoje fossem substituídos por motores eficientes ultra-premium (certificação IE5) haveria economia de 160 terawatt-hora de energia ao ano, o equivalente a mais do que o consumo anual de energia na Polônia. Além disso, um levantamento de outubro de 2023 do Movimento Eficiência Energética indica a possibilidade da indústria reduzir em até 11% o volume de emissões globais de carbono até 2030, o que resultaria em economia de US$452 Bilhões anualmente.

Superar as barreiras para tirar do papel o plano de ampliar a eficiência energética dos motores elétricos seria mais viável do que se imagina. Uma sondagem recente da ABB mostra que 97% dos tomadores de decisão das empresas pretendem investir para reduzir o lançamento de poluentes e, ao mesmo tempo, continuarem competitivos. “O problema é que, apenas, 41% deles se sentem realmente confiantes e com conhecimento necessário para saber exatamente como agir para viabilizar o processo. Em grande parte das vezes, sequer conseguem dimensionar o prazo necessário para recuperar o investimento, quem deve ser acionado e quando”, explica Labuda.

O presidente do setor de Motion da ABB recorda que o primeiro passo é realizar uma auditoria em eficiência energética para detectar o potencial e o que é preciso para colocá-lo em prática. Além de identificar ineficiências e caminhos para aumentar a vida útil dos sistemas, o trabalho se ampara na coleta de dados e no processamento dessas informações e a ABB pode ajudar inclusive nesta etapa.

Mesmo com 96% dos líderes empresariais consultados por pesquisa da ABB concordando que a digitalização qualifica as ações desempenhadas, somente um em cada três deles estão realmente dispostos a aplicar ativamente soluções digitais em escala.

“Uma das razões para a inércia deles pode estar no desconhecimento do prazo de retorno, muitas vezes bem abaixo do que se imagina. E, ainda, na dificuldade em notar que o aumento dessa eficiência pode ser uma alternativa complementar ao processo para reduzir a emissão de carbono. E que, ao mesmo tempo, reduz o consumo de energia sem alterar o ritmo de produção, a competitividade e a capacidade de arrecadação”, propõe Labuda.

ABB é líder em tecnologias de eletrificação e automação, contribuindo para um futuro mais sustentável e eficiente. As soluções oferecidas pela empresa conectam know-how de engenharia e software para otimizar a forma pela qual as coisas são fabricadas, movidas, energizadas e operadas. Com base em mais de 140 anos de excelência, os cerca de 105.000 empregados da ABB estão comprometidos em impulsionar inovações que aceleram a transformação industrial. www.abb.com

ABB Motion mantém o mundo girando, enquanto economiza energia todos os dias. Inovamos e expandimos os limites da tecnologia para permitir um futuro de baixo carbono para clientes, indústrias e sociedades. Com nossos drives, motores e serviços habilitados digitalmente, nossos clientes e parceiros alcançam melhor desempenho, segurança e confiabilidade. Oferecemos uma combinação de experiência de domínio e tecnologia para oferecer a solução ideal de acionamento e motor para uma ampla gama de aplicações em todos os segmentos industriais. Por meio de nossa presença global, estamos sempre próximos para atender nossos clientes. Com base em mais de 140 anos de experiência acumulada em Powertrain, aprendemos e melhoramos a cada dia.

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024
Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024 Ao todo, o saldo
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!