Agropalma reforça compromisso com a logística verde e apresenta seu segundo…

Agropalma reforça compromisso com a logística verde e apresenta seu segundo caminhão movido a GNV

Agropalma reforça compromisso com a logística verde e apresenta seu segundo caminhão movido a GNV

Expectativa da empresa é reduzir em 21% o volume de CO2 na comparação com um veículo movido a diesel; Em apenas um ano, emissões evitadas pelos dois caminhões devem atingir 40 toneladas

A Agropalma, maior produtora de óleo de palma sustentável das Américas, reforça seu compromisso com a responsabilidade ambiental ao anunciar o lançamento de seu segundo caminhão movido a Gás Natural Veicular (GNV). A apresentação do veículo ocorreu nesta quarta-feira (20) em sua refinaria localizada na cidade de Limeira (SP).

O novo caminhão é resultado de uma parceria com a Translima, que desde 2018 realiza o transporte de produtos envasados da Agropalma, como gorduras destinadas ao mercado de food service e a indústrias de chocolate, sorvete, recheios e massas, entre outras, de todo o Brasil. O lançamento ocorre para complementar a logística da empresa, uma vez que o primeiro veículo, apresentado em 2022, é responsável por transportar exclusivamente produtos a granel.

A iniciativa da Agropalma exemplifica o compromisso contínuo da empresa em reduzir sua pegada de carbono e promover práticas sustentáveis em toda a cadeia de valor. Também representa um avanço na busca pela eficiência energética e diminuição das emissões de gases de efeito estufa associadas às operações logísticas da companhia.

A mudança do combustível traz diversos benefícios ao meio ambiente, como emissão significativamente menor de óxidos de nitrogênio e a supressão de óxidos de enxofre, responsáveis pela chuva ácida. A Agropalma estima que reduzirá suas emissões de dióxido de carbono em 21% nas rotas feitas por cada veículo, o que representa diminuir 40 toneladas por ano. Para efeito de comparação, seriam necessárias aproximadamente 5 mil árvores por ano para efetuar o sequestro desse carbono.

“A Agropalma tem o compromisso não apenas de ser sustentável, como também de se consolidar como uma indutora de boas práticas ambientais nas regiões em que atua”, afirma André Gasparini, diretor Comercial da Agropalma. “Ao entregar nossos produtos envasados em um caminhão movido a GNV, estamos materializando o conceito de sustentabilidade de dentro para fora da companhia e nos tornando exemplo para pequenas e médias empresas, que podem começar a pensar em uma forma de medir suas próprias pegadas de carbono.”

O GNV, uma alternativa mais limpa e eficiente aos combustíveis convencionais, contribui para a mitigação das mudanças climáticas e promove uma abordagem mais verde no transporte de mercadorias. “A Translima tem acompanhado a evolução tecnológica e das práticas sustentáveis com veículos GNV e elétricos em parceria com seus clientes”, diz Felipe Lima, diretor Comercial da Translima. “Ficamos muito satisfeitos em encontrar na Agropalma um parceiro disposto a inovar e reduzir as emissões no transporte de seus produtos.”

Alexandre Steffen, gerente Logístico da Agropalma, conta que o caminhão irá rodar dentro do estado de São Paulo, onde a malha de abastecimento de gás veicular está mais desenvolvida. “Estamos acompanhando o desenvolvimento desse mercado e estudando novas rotas para os dois caminhões existentes, bem como a possibilidade de ampliar a nossa quantidade de veículos movidos a GNV”, explica.

Agropalma reforça compromisso com a logística verde e apresenta seu segundo caminhão movido a GNV

Alexandre Steffen, gerente Logístico da Agropalma (à esq), e André Gasparini, diretor Comercial da Agropalma

Passo para a igualdade de gênero

Além de sustentável, o novo caminhão da Agropalma passa uma importante mensagem de equidade de gênero. O veículo será dirigido exclusivamente por uma mulher. Quem ficará com a missão de entregar os produtos em segurança será Pamela Mendes. Caminhoneira há quase 15 anos, ela se inspirou em seu avô e nutria desde criança o sonho de rodar a bordo de um caminhão pelas estradas do Brasil.

“É a realização de vários sonhos. Para mim, é muito gratificante ter a oportunidade de ser a mulher a dirigir um caminhão sustentável como este. Felizmente, estou vendo as portas se abrindo cada vez mais para as mulheres caminhoneiras”, relata. E na maneira de guiar, muda alguma coisa? “Não altera muito a forma de dirigir, porém é muito mais confortável e tem um ruído muito menor.”

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Seagems assina contratos com a Petrobras para 6 PLSVs, no montante de US$ 1,8 bilhão A Seagems garantiu contratos no valor de US$ 1,8
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!