Plantadeiras compactas levam agilidade e leveza para o agricultor familiar

Plantadeiras compactas levam agilidade e leveza para o agricultor familiar

Plantadeiras compactas levam agilidade e leveza para o agricultor familiar

Quem trabalha na agricultura sabe a importância em ter os equipamentos adequados para garantir uma safra de qualidade e sem grandes perdas. Uma  máquina fundamental no processo de plantio de culturas ou sementes é a plantadeira.

Além de realizar a operação de dosagem ou distribuição das sementes no solo, o equipamento é utilizado para definir o tipo de alinhamento e o tamanho do espaçamento entre as mudas, aproveitando o terreno da melhor maneira possível.

As máquinas também atendem a agricultura familiar com seus modelos compactos que se adequam aos tratores de menor potência e também ao espaço de plantio. No comparativo desta edição da Revista EaeMáquinas você conhecerá as melhores plantadeiras compactas disponíveis no mercado. Avalie e escolha qual delas melhor atende a sua demanda.

JOHN DEERE
A John Deere, líder mundial no fornecimento de equipamentos e soluções tecnológicas para agricultura, construção e silvicultura, tem como opção a linha 1100, com os modelos de plantadeiras 1107 e 1109 voltados para a agricultura familiar. Segundo a marca, as máquinas atendem às necessidades de quem precisa realizar o trabalho na lavoura com agilidade, precisão e economia.

A empresa informa que os equipamentos possuem configurações que abrangem de sete a 13 linhas de plantio. Além disso, contam com estruturas para terrenos com topografia irregular, em um regime de plantio direto com grande quantidade de palhada, e sulcadores pivotados que permitem trabalhar em solos úmidos ou argilosos.

“A linha de plantadeiras 1100 proporciona 10% melhor deposição de sementes, devido à combinação do dosador MaxEmergeTM 5 e da linha de plantio, além de velocidade 33% maior em manobras, 16% maior eficiência no consumo de combustível, visto que a plantadeira possui um sistema leve e otimizado com o sulcador de fertilizante pivotado, e 7% maior economia de sementes com a a união das tecnologias SeedStarTM 2 e RowCommandTM, de desligamento de linhas”, descreve a fabricante.

A John Deere destaca como principais características dos equipamentos: o número de linhas de plantio pantográficas e espaçamento para o modelo 1107 variam entre 6×50 e 7×45. Já para o 1109, ficam entre 8×50 e 9×45. A capacidade de semente é de 67L, tanto na caixa individual a vácuo quanto na mecânica.  A potência requerida para o modelo 1107 varia de 78 a 110 cavalos, enquanto no 1109 deve ser de 100 a 130 cavalos.

Ainda entre seus principais benefícios, a empresa cita: 4% maior emergência de plantas, o que significa maior produtividade; manobrabilidade do conjunto trator e plantadeira; corte de palha preciso; formação perfeita do sulco de plantio; mínimo revolvimento de solo durante a operação; cobertura de semente de alta qualidade, que garante o contato apropriado entre a semente e o solo.

O diretor de vendas da John Deere Brasil, Marcelo Lopes, destaca a importância da tecnologia para a agricultura. “A John Deere investe US$ 6,7 milhões por dia em Pesquisa e Desenvolvimento globalmente porque acredita que o produtor deve ter o que há de mais tecnológico para que ele consiga obter a máxima produtividade de sua lavoura, com redução de custos e sustentabilidade”, assegura.

Para Lopes, o benefício gerado pela tecnologia presente nas máquinas é muito maior do que o valor inicial de investimento. “O produtor que investe hoje em tecnologia, independentemente do seu porte e conhecendo a sua realidade, sabe desse retorno. A tecnologia se tornou uma grande aliada dos agricultores”, aponta o diretor.

De acordo com a companhia, os produtores também têm acesso ao ecossistema inteligente e integrado da John Deere com o Operations Center (Centro de Operações), ferramenta que fornece acesso ao vivo a dados e métricas.

JUMIL

A JUMIL, que atua há mais de 84 anos no setor agrícola brasileiro, oferece os modelos Magnum (JM3060) ou pneumático Exacta Air (JM3070) que são plantadoras adubadoras de plantio direto por sistema de arrasto. Segundo a companhia, as máquinas se destacam por seu desempenho de corte e plantio.

Os equipamentos possuem recursos e regulagens para as diversas situações de trabalho e disponibilizam cabeçalho para acoplamento de duas máquinas. A JM 3070 conta com distribuidor de sementes Exacta Air Jumil a vácuo, já a JM 3060 tem o distribuidor de sementes mecânico Magnum Jumil ou Titanium J. Assy.

As máquinas apresentam características como o sistema EasyTech (opcional), para que o operador faça o controle de dentro da cabine do trator; molas pneumáticas (opcional) para eliminar plantas dominadas, mantendo a profundidade de plantio uniforme; e desligamento linha a linha (opcional), para evitar sobreposições em cabeceiras e arremates.

Outros benefícios, segundo a fabricante, são: a caixa de braquiária (opcional), que auxilia na realização de três processos em uma operação: o plantio de grãos graúdos, gramíneas e adubação, simultaneamente; e também possui menos pontos de engraxe por linha.

KUHN

A Kuhn, que atua há mais de 190 anos de excelência no mercado agrícola, conta com um portfólio de máquinas que abrange desde o pequeno ao grande produtor, oferecendo diversas linhas de produtos e serviços. Voltado a agricultura familiar, a Kuhn oferece os modelos PG 700 e PG 900, com número de linhas e espaçamento de 4Lx70cm à 7Lx45cm e 6Lx70cm à 9Lx45cm, respectivamente.

Segundo a fabricante, essas máquinas apresentam um ótimo custo-benefício e eficiência operacional no conjunto trator/plantadeira, mesmo em condições adversas de terreno e/ou volume de palhada. De acordo com a empresa, a máquina foi projetada para ter o peso ideal do chassi, dotado de alinhamento correto dos tubos que sustentam as linhas de adubo e semente, além de garantir a distância correta dessas linhas, resultando assim em uma plantadeira eficiente na abertura dos sulcos, precisa na distribuição de adubo e semente e que oferece o perfeito fechamento do sulco.

A plantadeira, diz a empresa, possui um excelente poder de corte, a partir do uso do disco de corte de flutuação vertical e raio de giro que desempenha o trabalho de cisalhamento na palhada com eficiência, preparando o sulco para o depósito de adubo e semente.

Além das linhas de adubo pivotadas, com sulcadores discos duplos defasados de série (discos diferentes e eixos concêntricos) alto poder de penetração e menor revolvimento do sulco e linhas de sementes pantográficas, com exclusivo sistema de buchas seladas que dispensam constantes engraxamentos. Ampla oferta de opções de sulcadores de adubo, dosadores de sementes, limitadores de profundidade e compactadores.

O equipamento pode ser acoplado com duas máquinas ao mesmo tempo. Além disso, a Kuhn explica que os modelos podem ser configurados com reservatórios extras de sementes, aumentando sua capacidade para 60%, comparado com os reservatórios individuais de sementes da versão de entrada.

Outro diferencial apontado pela empresa é a opção do monitor MP36, que realiza duas operações: leitura de queda de sementes e a taxa de plantio em sementes por metro e hectare. Isso permite identificar possíveis falhas e/ou necessidade de manutenção do equipamento. Somando-se ainda, a plantadeira conta com demais opcionais: reservatório para pastagem (braquiária), marcadores de linha e desarme elétrico para catraca.

MASSEY FERGUSON

 A série de plantadeiras MF 400 da Massey Ferguson, marca global com 175 anos de história, pertencente ao grupo AGCO, traz um bom custo-benefício para a lavoura do pequeno e médio porte, destaca a empresa. O equipamento está disponível para trabalhar com sete e nove linhas de plantio e é ideal para as culturas de verão.

“O equipamento conta com reservatório 37% maior que as disponíveis no mercado, o que resulta em menos paradas para reabastecimento e mais tempo no plantio”, afirma a marca.

De acordo com a companhia, a série conta com uma transmissão da linha de sementes com correntes e engrenagens seladas, que precisam de manutenção a cada quatro safras. Além de possuir versões com linhas pivotadas e pantográficas, o sulcador fixo faz com que o equipamento performe de maneira ideal nas condições mais severas de plantio.

Outro diferencial, apontado pela fabricante, é a haste que oferece opções para as rodas de compactação e rodas reguladoras de profundidade. “As linhas de sementes em paralelogramo acompanham os contornos do solo devido ao amplo curso de articulação e o sistema basculante, indicado para um solo plano”, informa a Massey Ferguson.

Os equipamentos têm como características: chassi monobloco; reservatórios de sementes e fertilizantes em material polimérico resistente (anticorrosivo); sistema fusível de proteção no acionamento dos dosadores de fertilizante e deposição de fertilizante sulcador afastado com maior distância em relação ao solo. Além do fato de que tanto o sulcador afastado quanto o sistema desarme-arme são dotados de abertura traseira.

Há também a caixa de câmbio de fácil acesso (mediante remoção da tampa de proteção), para regulagem da dosagem de fertilizante e semente por meio de grupo de rodas dentadas e correntes, assim como o sistema de basculamento do reservatório de fertilizante, agilizando sua limpeza e manutenção, dosagem de fertilizantes por dosador de precisão.

 TATU MARCHESAN

 Se está buscando tecnologia, plantabilidade com robustez na lavoura, a TATU Marchesan apresenta a plantadeira  PST PLUS Flex.  “A máquina foi concebida com  todas  as  características  técnicas  e  agronômicas  que  garantem  o  alto  desempenho  em  palhada  com  ótima  qualidade de  plantio”, diz a empresa.

A companhia explica que o modelo PST PLUS FLEX  possui  duas  opções de distribuidores de  semente: o sistema  Sigma, que  efetua o plantio com precisão na  distribuição por um sistema RADIAL de discos de semente perfurados (ALVEOLADOS –  movimento de rotação horizontal mecânico) que, segundo a companhia, não  demanda potência e permite o plantio de diversas culturas e o sistema a vácuo chamando SUPREMA, que  efetua a distribuição de sementes através do distribuidor pneumático (pressão negativa). “Esta opção proporciona facilidade nas opções de discos de culturas e garante eficiência em variações de peneiras utilizando o mesmo  disco,  entregando  plantabilidade  alinhada  ao  alto  desempenho  da  plantadeira,  o  acionamento da turbina geradora  de vácuo é realizado  por motor hidráulico”, destaca a marca.

Entre as principais características, a empresa destaca: os discos de corte de 20” (com as opções DPL, DOC, DPLE “A”, DPLE “B”, DPLO), linha pivotante no adubo, com as opções de DDD, haste escarificadora, disco simples de ONDAS CURVAS, haste com desarme e rearme automático, disco simples estriado com condutor de adubo, linha pantográfica na semente com curso de articulação de 500 mm e quatro modelos de  controle de profundidade (padrão, alto – solo arenoso, regulagem angular, padrão com eixo angular).

O equipamento conta também com desarme da catraca mecânica, para arremate de plantio; reservatório de semente individual; marcador de linhas hidráulicas, e recâmbio de engrenagens com 43 combinações para dosagens diferentes de adubo e semente.

Já como componentes opcionais estão: o monitor de semente, desarme da catraca elétrico, roda cobridora da linha de adubo, reservatório de semente único (maior autonomia com redução de peso sobre as linhas de semente) e  a  opção  sem marcador de linhas.

“Os equipamentos são projetados para efetuar o plantio direto ou convencional  para  o  plantio  de  grão  graúdos  como milho, soja, feijão, sorgo, amendoim, algodão sem linter, entre outros”,  informa a companhia.

VALTRA

Quem procura versatilidade, baixo custo de manutenção e aumento da produtividade, a plantadeira HiTech Compact da Valtra, líder no setor e uma das principais marcas pertencentes ao grupo AGCO, é apontada pela empresa como a ideal. As máquinas estão disponíveis nos modelos  BP 704 (cv 75), com sete linhas; e o BP 905 (cv 100) com nove linhas. Ambos com espaçamento de 45 cm.

“Os reservatórios de adubo podem ser até 37% maiores do que de outras plantadeiras da mesma categoria. Essa capacidade, aliada ao dosador Fertisystem que disponibiliza os nutrientes com precisão, tem o potencial de ampliar sua produtividade em até 10%”, diz a empresa, que disponibiliza opcionais projetados para atender às necessidades específicas de cada lavoura.

Já em termos de capacidade, informa a empresa, o modelo BP 704 possui reservatório de adubo para 645 litros e de sementes para 455 litros. Enquanto o BP 905 contempla um volume de 825 e 585 litros, respectivamente.

A companhia destaca o baixo custo operacional do equipamento. “A HiTech Compact Valtra está equipada com os reconhecidos componentes estruturais e opcionais da família de plantadeiras HiTech, refletindo em uma performance superior e baixo custo operacional, uma vez que a transmissão da linha pantográfica requer manutenção apenas a cada 4 safras. Uma plantadeira leve e, ao mesmo tempo, robusta para um plantio eficiente e de qualidade, sem aumentar os custos de revisão”, informa a Valtra.

A empresa ressalta ainda que as plantadeiras possuem uma ampla plataforma de acesso que dispensa o uso de ferramentas para ajuste de linhas e a caixa de transmissão é facilmente acessada, tornando a regulagem ágil e simples. “Um plantio eficiente e com conforto operacional espetacular”, conclui a fabricante.

 

 

 

 

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa
Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!