Tel:11 - 4604-8046 | E-Mail: atendimento@eaemaq.com.br

Notícias do Mercado Comparativo da edição Trator de esteira reúne tecnologia e alta performance

Trator de esteira reúne tecnologia e alta performance

-

- Advertisement -
- Advertisement -

Uma máquina versátil, potente e eficiente agora também conta em seu currículo com a técnica apurada e alto desempenho. É assim que os tratores de esteira têm cada vez mais se destacado no mercado.

Criados ainda na década de 1900, pelo inventor norte-americano Benjamin Holt, as máquinas foram desenvolvidas para reduzir a pressão dos equipamentos agrícolas no solo, evitando assim, que as máquinas afundassem no terreno durante a realização do trabalho.

Uma curiosidade é que esses potentes instrumentos serviram de inspiração para a construção dos tanques de guerra, usados pelos britânicos e franceses na 1ª Guerra Mundial. As máquinas tiveram grande peso nas estratégias para os confrontos terrestres desenvolvidas por esses países.

Hoje, o trator de esteira ganha visibilidade por permitir uma alta produtividade, velocidade e conforto apropriados, além de menor custo em combustível. São equipamentos ideais não só para o agronegócio, mas também para setores como construção civil, mineração e engenharia militar.

A alta performance, aliada a tecnologia e o desenvolvimento de designs que favorecem o trabalho do operador, permitem que esses equipamentos proporcionem maior produtividade, segurança, durabilidade e sejam mais eficientes nas atividades desempenhadas.

Nesta edição, o Comparativo da EaeMáquinas reúne as melhores opções disponíveis no mercado para que você encontre o seu modelo de excelência. Avalie e faça sua escolha!

CASE 1650L

Se você está em busca de um trator de esteira com respostas rápidas e baixo consumo de combustível, o modelo 1650L da CASE se apresenta como uma opção. Trata-se de um equipamento econômico, produtivo, robusto e confortável.

A máquina conta com potência de 156 hp, possui motor CASE/FPT. com tecnologia common-rail e nível de emissão Tier3. O equipamento possui ainda seis cilindros e tecnologia embarcada que garante total confiabilidade nas operações, maior desempenho e produtividade nas obras.

Essencial em operações da construção civil e infraestrutura, o trator de esteiras também é muito requisitado para operações de reciclagem, reflorestamento e agronegócio.

Os modelos CASE 1650L, fabricados na unidade de Contagem, em Minas Gerais, mostram força de tração, uma das maiores da categoria, com 275 kN, que proporciona maior controle e eficiência em todas as operações. Além disso, o equipamento possui transmissão hidrostática totalmente automática e com sensor de carga, que elimina a necessidade de passar marcha.

De acordo com a marca, cada transmissão é composta por uma bomba de pistão axial de vazão variável, conectada com um motor de pistão axial de eixo curvo e cilindrada variável. Esse circuito fechado permite que o sistema hidráulico ajuste a potência para cada esteira durante o giro ou contra rotação, gerenciando qualquer carga súbita na lâmina, alcançando qualquer raio de giro ou mantendo a direção reta, mesmo em terrenos inclinados, mediante a modulação automática da vazão (velocidade) e pressão (potência) em cada esteira correspondente.

Outra característica deste trator de esteira é que o sistema de arrefecimento incorpora um ventilador de velocidade variável hidráulico.

Produtividade e Robustez

A máquina é uma opção para quem busca por potência, já que permite continuar a empurrar material, mesmo sob cargas pesadas. Enquanto que sua robusta estrutura foi projetada para suportar a maior força da barra de tração.

A fabricante ressalta que, na operação, tanto o joystick direito quanto o esquerdo dispõem de controle eletro-hidráulico, que contribui para maior comodidade do operador. O joystick direito controla todos os movimentos da lâmina e inclui a posição de flutuação. Já o joystick esquerdo comanda todas as movimentações da máquina.

O CASE 1650L conta com um design moderno que permite conforto ao operador, cabine que garante visibilidade da lâmina e do solo, vedação contra poeira e isolamento acústico para maior comodidade e segurança no ambiente de trabalho. Assim como assento ajustável com revestimento em tecido e suspensão a ar.

Para maior comodidade e segurança, alarmes sonoros são disparados para os controles de temperatura do líquido de arrefecimento do motor, pressão de óleo do motor, baixo nível de combustível e temperatura de óleo do sistema hidráulico/hidrostático.

A empresa ressalta que oferece assistência completa em peças e serviços para os equipamentos, por meio de sua rede de concessionárias. Seu suporte em pós-venda ainda inclui um portfólio de peças voltadas à manutenção preventiva, corretiva e itens de desgaste.

CAT® D5

O novo Cat® D5 permite mais trabalho feito em menos tempo, para ajudar você a obter o máximo de seu trator de esteiras. Isso tudo devido ao desempenho superior e a mais ampla escolha de recursos tecnológicos. O modelo traz transmissão totalmente automática, o que proporciona até 16% de melhoria na eficiência de combustível e até 13% mais potência no solo.

O novo trator de esteira D5 da Caterpillar é ágil e responsivo, tem potência para a laminação e a sutileza para o nivelamento. Com 170 HP (127 kW) e uma faixa de peso operacional de 17.180 a 19.170 kg, o novo D5 substitui o renomado D6N.

O D5 eleva o desempenho do antecessor com mais peso e eficácia, assim como capacidade de direção melhorada. O modelo entrega mais tecnologia e mais desempenho, ajudando você a aproveitar o seu investimento em equipamentos ao máximo.

Outro destaque é a cabine, que ficou mais espaçosa e conta com uma estrutura protetora contra acidentes de capotagem (ROPS, Rollover Protective Structure) integrada, assim como uma área toda de vidro para proporcionar uma melhor visibilidade dos arredores.

A cabine tem ajustes de assento e controles, juntamente com uma nova interface fácil de usar para o operador na tela sensível ao toque. Uma câmera de alta definição mostra a visão traseira no visor principal.

De acordo com a Caterpillar, o operador não precisa mais se preocupar em trocar de marcha para aproveitar a sua máquina – basta escolher a velocidade desejada e ir em frente. O trator de esteiras se ajusta automaticamente com base na carga para maior produtividade e eficiência no uso do combustível.

O trator de esteiras D5 conta com um Controle Descendente em Subida, que mantém a velocidade da máquina pré-selecionada, sem usar os freios de serviço, para domínio ao trabalhar em declive. Outros controles como o de Posição de Retenção em Subida, o Pedal do Freio de Desaceleração, e o Controle de Raio de Direção auxiliam nos comandos de percurso e ainda permitem maior capacidade de manobra.

Tecnologias adicionais do GRADE

Quando se fala em tecnologias, no D5 elas são lideradas pelo Cat GRADE com 3D atualizado e integrado de fábrica. As Unidades de Medição Inercial (IMU, Inertial Measuring Units) Avançadas proporcionam velocidade e precisão sem cilindros de detecção de posição.

As antenas menores estão integradas no teto da cabine para proteção e os receptores de GPS (Global Positioning System, Sistema de Posicionamento Global) estão montados no interior para garantir a segurança ao travar as portas da cabine.

O trator de esteiras da Caterpillar conta com serviços remotos, ou seja, um conjunto de tecnologias que consistem em Diagnóstico de Falhas Remoto e Atualização Remota que ajudam a melhorar a eficiência do seu local de trabalho.

A fabricante informa que a cabine é equipada com uma tela principal de 10 polegadas (254 mm) sensível ao toque e fácil de usar, com uma visualização das configurações da máquina, da câmera retrovisora e das telas com Indicador de Inclinação/Slope Assist. O botão de Principais Recursos apresenta uma visão geral das opções da máquina, assim como algumas dicas úteis para operação.

JOHN DEERE 750J-II

Pensando em aumentar o tempo de funcionamento e a produtividade, assim como, reduzir os custos operacionais, os tratores de esteira da John Deere unem tecnologia e potência na mesma máquina. O modelo 750J-II ainda é destaque em responsabilidade ambiental e no conforto do operador.

O exemplar, fabricado no município de Indaiatuba, no interior de São Paulo, passou por uma atualização com recursos que trazem ainda mais produtividade, disponibilidade e baixos custos operacionais.

O motor hidrostático de velocidade variável e a Unidade de Controle da Transmissão maximizam a produção e a eficiência no uso de combustível. O tempo de atividade é aumentado com áreas de manutenção diária no mesmo lado e os intervalos de manutenção de 500 horas, para o motor, e de 2.000 horas, para os óleos hidráulico, transmissão e os filtros.

Quer um exemplo da praticidade e alta produtividade? O trator de esteira 750J-II da John Deere permite que o operador opte pelo modo econômico inteligente, que reduz a rotação do motor enquanto mantém a velocidade de operação. Assim, quando uma carga mais alta é detectada, automaticamente, a rotação do motor é elevada. De acordo com a John Deere, com isso, foi observada uma economia de combustível de até 20%.

A fabricante destaca que o sistema eletrônico deixará o operador no comando de um arsenal de vantagens hidrostáticas, como giros com potência, contrarrotação e velocidades de operação variáveis.

Força e versatilidade

O sistema Total Machine Control (TMC) permite que o operador personalize o modo e a resposta do desacelerador, os limites de velocidade, a agressividade da direção e a relação de velocidade entre avanço e ré. Assim como a operação e a resposta da máquina de acordo com suas preferências, ou de acordo com a necessidade do trabalho. Aliado a um trem de força de acionamento hidrostático suave.

O projeto com a cabine à frente coloca o operador próximo à dianteira, permitindo uma trajetória mais estável e melhorando a visibilidade em todos os sentidos. Ainda atenta ao conforto do operador, a companhia disponibiliza um joystick posicionado para um controle intuitivo e de baixo esforço. A cabine montada proporciona também maior conforto e estabilidade.

A série J-II é integrada ao John Deere WorkSight™, com soluções telemáticas. Como é o caso do JDLink™ Ultimate, que fornece dados em tempo real, sobre o estado e o uso da máquina, ajudando a maximizar a produtividade e reduzindo o tempo de máquina parada.

Outro diferencial apresentado pela empresa é o motor John Deere Power Tech™, uma tecnologia empregada nos motores John Deere que conferem melhor eficiência na conversão do combustível em potência e torque, resultando em maior produtividade, economia e redução na emissão de gases poluentes e de material particulado.

Além das operações em construção e mineração, o trator de esteira 750J-II é largamente utilizado em atividades agrícolas: na safra durante o preparo do solo, enquanto na entressafra o equipamento pode ser utilizado para reformar estradas, construir açudes e nivelamento de terrenos.

KOMATSU – D61EX-23M0

Considerado um dos principais produtos da Komatsu, o trator de esteiras modelo D61EX-23M0 é produzido na fábrica da cidade de Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo, e exportado para Europa e Estados Unidos. Com peso operacional de 19.770 kg, equipado com motor de 168 HP de potência líquida e lâmina de 3,8 m³.

A máquina é uma boa escolha para quem busca por alto nível de produtividade e economia de combustível. O motor diesel Komatsu turboalimentado, pós-resfriado, proporciona potência e alto desempenho.

A fabricante ressalta o exclusivo projeto de conjunto de radiadores alocado na parte traseira da máquina aliado ao design do capô do motor inclinado, que proporciona maior visibilidade da lâmina, melhorando o controle do equipamento ao mesmo tempo em que aumenta a sua eficiência e produtividade. É o primeiro trator de esteiras dessa classe que apresenta esta característica.

De acordo com a Komatsu, o projeto ganhou reconhecimento mundial ao modelo, premiado na categoria de segurança e eficiência de operação.

Outro destaque desta máquina é a transmissão HST, que proporciona maior eficiência da operação e reduz o consumo de combustível a níveis ainda mais baixos que os sistemas HST convencionais. Essa transmissão permite a seleção de dois modos de mudança de velocidade: mudança rápida (três velocidades) ou seleção variável, com escalonamento de 20 velocidades. As amplas aberturas dos compartimentos para acesso aos pontos de verificação da máquina proporcionam segurança e maior facilidade na manutenção.

A marca ainda garante que o operador pode escolher entre dois modos de trabalho Potência (P) e Economia (E). Esse conjunto de fatores permite maior flexibilidade para uma variedade de aplicações, ajustando o equipamento à operação, e obtendo eficiência.

O sistema de arrefecimento possui ventilador de acionamento hidráulico e rotação controlada eletronicamente, ajustando a velocidade do equipamento conforme demanda de refrigeração, gerando economia e um ambiente operacional mais silencioso. Além disso, o sentido de rotação do ventilador pode ser revertido para facilitar a limpeza, reduzindo o tempo de máquina parada.

Produtividade e economia de combustível

A Komatsu ressalta que o trator de esteira D61EX-23M0 conta com modos econômicos para reduzir o consumo de combustível em operações menos exigentes. Ao mesmo tempo em que dispõe de uma tecnologia de controle de bombas hidrostáticas que aumentam a força operacional.

A marca reforça que a cabine espaçosa e silenciosa proporciona alto conforto para o operador, resultando em maior produtividade. Ela ainda conta com capacidade de extensa visibilidade com estrutura ROPS integrada.

Os diversos ajustes do equipamento são facilmente selecionáveis através do painel monitor de 7 polegadas de alta definição. A fabricante destaca ainda que os controles de fácil acesso e ergonomicamente amigáveis fornecem direção precisa da lâmina e controle da transmissão. Além de o indicador Eco, que possibilita operações com ênfase na economia de combustível.

New Holland Construction – D150B

O trator de esteira D150B da New Holland Construction conta com um projeto simples e robusto equipado com motor FPT N67 de 143 hp de potência líquida, consumindo até 10% menos combustível quando comparado a outros tratores de motor mecânico e transmissão convencional.

O modelo conta com peso operacional de 17.650 kg e lâmina PAT (Power Angle Tilt) com 3.180 mm de largura, na configuração de esteira de 22 polegadas e ripper traseiro, se destaca pela transmissão hidrostática.

A tecnologia permite ajustar automaticamente a velocidade às mudanças de direção e de carga, otimizando o desempenho do motor sob qualquer condição, o que resulta em ganhos de eficiência.

Conforto e segurança na cabine

A cabine do D150B traz controles posicionados de forma ergonômica, garantindo visibilidade total em qualquer direção – inclusive dos cantos da lâmina.

A fabricante destaca que o acesso ao trator é feito por ambos os lados, com portas que se abrem a 180º e contam com alavancas de segurança, que bloqueiam o sistema hidráulico após o término de cada trabalho. Ar-condicionado e assento com suspensão a ar vêm de série. As certificações ROPS (Roll Over Protective Structure) e FOPS (Falling Objects Protective Structure) protegem a cabine contra capotamentos e a queda de objetos.

De acordo com a New Holland Construction, o painel de instrumentos eletrônico tem mostradores em formato analógico e digital, e monitoram a temperatura do fluido de arrefecimento e do óleo do motor. Tanto o joystick direito quanto o esquerdo dispõem de controle eletro-hidráulico. Na parte superior, dois interruptores permitem ao operador selecionar até dez velocidades à frente, com uma velocidade máxima de avanço de 10 km/h.

A transmissão hidrostática não possui marchas, sendo sensível à carga e assim, trabalhando de forma automática. O sistema analisa variáveis como velocidade, rotação do motor e resistência ao movimento, de forma a definir a vazão e pressão necessárias, assegurando sempre o fornecimento da energia adequada e evitando patinação.

A velocidade ou a potência máxima são transmitidos separadamente para cada esteira, otimizando o desempenho. ​​​​​A marca garante que, por ter menos componentes do que uma solução padrão, a manutenção é rápida, fácil e barata.

A fabricante ressalta ainda que o motor eletrônico FPT N67 de 143 hp, aliado à transmissão hidrostática, permite uma maior eficiência do equipamento, bem como o sistema EGR (Recirculação de Gases de Escape), que requer menores custos de manutenção e reparo.

Segundo a New Holland Construction, o material rodante do tipo carro longo, possibilita melhor distribuição do peso e capacidade de tração, estabilidade superior e maior conforto para o operador durante trabalhos em terrenos irregulares.

O D150B vem equipado de fábrica com lâmina PAT (Power Angle Tilt) e seis movimentos comandados pelo joystick: dois de elevação, dois de inclinação, dois de angulação, além de dois movimentos ajustados mecanicamente (ângulo de passo). Esse tipo de lâmina é muito utilizado em aplicações como abertura de estradas, movimentação de material e terraplenagem, que requerem maior precisão e melhor acabamento.

Opcionalmente o trator de esteira da New Holland ainda pode vir montado com ripper traseiro de três dentes, barra de tração traseira e proteção completa dos roletes inferiores.

(Fonte:Redação EaeMáquinas)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas noticias

A Kennametal apresenta a fresa de faceamento KCFM™ 45

A nova fresa de faceamento para acabamento fino em aplicações de ferro...

FAEMG lança conta digital para o agronegócio

A FAEMG está lançando a primeira conta digital do Agronegócio. O lançamento será amanhã, 22...

TMF inova e apresenta fertilizante Force Pasto

Desenvolvido especialmente para pastagens, o TMF Force Pasto possibilita, com uma única...
Previous
Next

Ministro da Infraestrutura falará sobre o futuro do setor no país

Paving Virtual receberá o Ministro no dia 29 de setembro. O evento...

Mais Lidas

Você também pode gostar deRELATED
Recomendamos para você