Embrapa lança e apresenta tecnologias na Agrobrasília 2024

Embrapa lança e apresenta tecnologias na Agrobrasília 2024

Embrapa lança e apresenta tecnologias na Agrobrasília 2024

De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a maior feira de agronegócio do Planalto Central. No estande da Embrapa e em sua vitrine de tecnologias, pesquisadores e técnicos de várias unidades da empresa estarão à disposição dos visitantes para tirar dúvidas sobre dezenas de tecnologias. A edição deste ano terá como tema “O agro do futuro a gente cultiva hoje”. O evento é promovido pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF) e realizado no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, no PAD-DF. O horário de visitação é de 8h30 às 18h e a entrada é franca.

Na vitrine da Embrapa, serão apresentadas cultivares de trigo, soja, forrageiras, girassol, maracujás, pitayas, café, arroz, feijão, sorgo, milho, canola, sistema de produção que integra fruticultura com lavoura, além de 35 cultivares de hortaliças, como abóbora, alface, alho, batata-doce, cenoura, grão-de-bico, pimenta, tomate e as pertencentes ao grupo das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs). Haverá ainda uma área de pecuária – gado de leite e de corte com a promoção das marcas BRGY, BRSGK e BRGF (GIR, SINDI e Guzerá) e cruzamentos inter-raciais e gado de corte com a promoção da marca BRGN (Nelore).

No estande de 400 m² serão realizadas palestras com apresentação de tecnologias e de projetos dos quais a empresa participa. Os visitantes também poderão obter informações sobre ferramentas e produtos desenvolvidos pela Embrapa e parceiros, como o aplicativo Mais Canola, além de inseticidas e fungicidas microbiológicos, bem como iniciativas do qual a Embrapa faz parte, como o LabCerrado, LabAgrominas, AgroIntegra e Rota da Fruticultura. Também serão repassadas informações sobre bioinsumos, tecnologias verdes e uso de nanobiotecnologias.

As tecnologias apresentadas na Agrobrasília contam com a participação indireta de várias unidades da Embrapa e diretamente das seguintes unidades de pesquisa: Embrapa Cerrados (DF), Embrapa Hortaliças (DF), Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (DF), Embrapa Agroenergia (DF), Embrapa Arroz e Feijão (GO), Embrapa Milho e Sorgo (MG), Embrapa Soja (PR), Embrapa Trigo (RS), Embrapa Acre (AC), Embrapa Agrobiologia (RJ) e, pela primeira vez na feira, Embrapa Caprinos e Ovinos (CE).

O público interessado em caprinocultura e ovinocultura terá acesso a produtos derivados do leite de cabra e soluções digitais voltadas para essas atividades produtivas. Os visitantes poderão conhecer e degustar queijos de leite de cabra produzidos por meio de diferentes processos de fabricação e uso de ingredientes alternativos ou funcionais. As soluções digitais apresentadas serão as páginas do Centro de Inteligência e Mercados de Caprinos e Ovinos e do Programa integrado de controle de parasitoses.

Plataforma Ater+ Digital

plataforma Ater+ Digital, que reúne conteúdos on-line para facilitar atividades de extensão rural, será uma das atrações da edição deste ano da Agrobrasília. No dia 21, às 15h, a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia apresentará as ferramentas da plataforma ao público visitante da feira, no estande da Embrapa. Como novidade, o lançamento de mais dois hubs virtuais que passarão a integrar a plataforma: o de Suínos e o de Batata-Doce. Eles se somam a outros sete que já estão em atividade: Apicultura, Caprinos e Ovinos, Feijão, Feijão-Caupi, Mudanças Climáticas, Nutrição e Saúde e Sistemas Agroflorestais.

Lançada em abril deste ano, a plataforma oferta aos extensionistas vídeos, áudios, cartilhas, infográficos, cursos e aplicativos úteis para atividades remotas ou presenciais, organizados nos hubs virtuais. Com a disponibilização dos conteúdos em formato digital, a expectativa é favorecer a interação de instituições de pesquisa e Ater brasileiras com os técnicos e produtores rurais, além de contribuir para as políticas públicas voltadas para a extensão rural.

Lançamentos e pré-lançamento de cultivares

No primeiro dia da feira, terça-feira (21), às 14h, serão apresentadas duas cultivares de girassol: a BRS 422 e a BRS 323, desenvolvidas pela Embrapa Soja (PR) em parceria com outras unidades da empresa. O primeiro material associa alta produtividade com ampla estabilidade, características que facilitam a sua utilização nos diferentes sistemas de produção. Entre as características dele, destaca-se ainda o elevado teor de óleo (entre 39 a 43%).

O material é indicado para cultivo nos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Distrito Federal. O novo híbrido está em fase pré-comercial e terá processo público de oferta de sementes ainda em 2024, quando serão selecionados produtores de sementes para oferta comercial.

A outra cultivar que será apresentada na Agrobrasília é a BRS 323. Essa cultivar híbrida associa produtividade com precocidade, características que facilitam sua utilização nos diferentes sistemas produtivos das principais regiões agrícolas do país. O material é indicado para os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e para o Distrito Federal.

Na quinta-feira (23), dois lançamentos marcarão a programação da Embrapa na Agrobrasília. Às 9h30, no estande da empresa, será lançada pela Embrapa Cerrados a cultivar de soja BRS 7881 IPRO. Trata-se de um material transgênico que se destaca por seu elevado potencial de rendimento de grãos e tolerância às principais doenças da cultura da soja. A cultivar possui ciclo que varia entre 116 e 127 dias e grupo de maturidade 7.8.

A nova cultivar possui elevado potencial de rendimento de grãos e estabilidade de produção nas seguintes regiões: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e Bahia. É tolerante ao nematoide de galhas (M. javanica) e resistente ao nematoide de cisto da soja (NCS raça 3). A tecnologia IPRO confere a essa cultivar resistência ao glifosato e a lagartas.

Em seguida, às 10h30, será lançada pela Embrapa Milho e Sorgo a cultivar de sorgo forrageiro BRS 661. Esse material foi desenvolvido para atender à demanda por cultivares com potencial produtivo superior, especialmente para sistemas de produção de silagem com baixo custo. É uma alternativa para pecuaristas e agricultores, proporcionando alta produtividade de massa verde (superior a 70 t/ha) com excelente qualidade nutricional. Atinge o ponto de colheita em torno de 110 a 130 dias após o plantio, dependendo da região, e possui alta capacidade de rebrota.

A cultivar BRS 661 é recomendada para a safra de verão e segunda safra. A adaptabilidade a diversos sistemas de produção de forragem torna o material uma escolha versátil e estratégica para o Sudeste, o Centro-Oeste e o Nordeste, regiões para onde ele é recomendado. São características de destaque da cultivar: alta produtividade de matéria verde; tolerância ao acamamento; tolerância ao estresse hídrico; tolerância ao alumínio; alta capacidade de rebrota; e boa sanidade foliar.

Programação das apresentações de tecnologias

Local: estande da Embrapa

Dia 21 de maio (terça-feira)

14h – Apresentação do portfólio de cultivares e sistemas de produção de girassol no Cerrado, com o pesquisador Renato Amabile (Embrapa Cerrados);

14h30 – Apresentação da palestra “Aspectos técnicos do cultivo da canola na safrinha do Cerrado”, com o pesquisador e chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Agroenergia, Bruno Laviola;

15h – Apresentação da plataforma ATER+Digital, com a pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Silvia Mori.

15h30 – Apresentação “Cultivares de gramíneas e leguminosas forrrageiras para o Cerrado (Embrapa Cerrados).

Dia 22 de maio (quarta-feira)

10h – Apresentação sobre alho livre de vírus (Embrapa Hortaliças);

14h – Apresentação do Portfólio de Cultivares de Maracujás, lançamento da cultivar BRS Vita Fruit e pré-lançamento das cultivares BRS Minimaracujá Roxo, BRS Minimaracujá amarelo e BRS Minimaracujá Maça, com os pesquisadores Fábio Faleiro e Ana Maria Costa;

15h – Apresentação “Genética das raças de bovinos de leite da Embrapa BRGY (Gir), BRGK (Sindi) e BRGF (Guzerá)”, com o pesquisador da Embrapa Cerrados, Carlos Frederico Martins;

15h30 – Apresentação “Caracterísitcas superiores da raça BRGN, Nelore da Embrapa” (Embrapa Cerrados).

16h – Apresentação “Soluções tecnológicas para o café irrigado no Cerrado”, com o pesquisador Adriano Delly, da Embrapa Cerrados.

Dia 23 de maio (quinta-feira)

9h30 – Lançamento da soja BRS 7881IPRO (Embrapa Cerrados);

10h30 – Lançamento do sorgo forrageiro BRS 661 (Embrapa Milho e Sorgo);

14h – Apresentação dos resultados da Rota da Fruticultura e projeto Frente (Codevasf e Embrapa Cerrados);

14h30 – Apresentação dos primeiros resultados do projeto “Fruticultura Irrigada no Vão do Paranã” (Embrapa Cerrados e Codevasf);

15h – Apresentação do Sistema Filho –  sistema de produção que integra fruticultura com lavoura, com o pesquisador Tadeu Graciolli (Embrapa Cerrados).

15h30 – Apresentação “Fruticultura como estratégia de inclusão sócio produtiva” (Embrapa Cerrados).

Dia 24 de maio (sexta-feira)

14h – Apresentação do Melhoramento Participativo do Milho e pré-lançamento das variedades BRS Taquaral e BRS Ribeirão e da Variedade Experimental Camponesa (Embrapa Cerrados e parceiros);

15h – Apresentação das variedades de mandiocas e distribuição de ramas (Embrapa Cerrados).

Outros eventos técnicos

Dia de campo Sistema Agrossilvipastoril Orgânico

Data: 23 de maio
Horário: 13h30
Local: Unidade de Pesquisa Participativa de Produção Orgânica (espaço ao lado da Emater-DF)

Palestras:

Manejo de Pastagens – João Paulo Guimarães (Embrapa Cerrados)

Produção dos maracujás silvestres – Ana Maria Costa (Embrapa Cerrados)

Genética Animal – Carlos Frederico Martins (Embrapa Cerrados)

Sanidade Animal – Paulo Sergio de Mattos (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia)

Remineralizadores e a revolução na agricultura – Éder Martins (Embrapa Cerrados)

Uso e manejo de remineralizadores – Giuliano Marchi (Embrapa Cerrados)

Recuperação de áreas degradadas com adubação verde e remineralizadores – Eduardo de Souza Martins – (GAAS)

Visita ao sistema agrossilvipastoril orgânico e à área do GAAS

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta

Data: 24 de maio
Horário: 10h
Local: Unidade de Referência Tecnológica (URT) de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta instalada na Agrobrasília

Palestras em campo:

1) ILPF: novos desafios e perspectivas – com Kleberson Souza, pesquisador Embrapa Cerrados;

2) Pecuária Intensiva em Sistema Integrado de Produção, com o produtor Gustavo da Cunha Côrtes.

Palestra “Controle de pragas e doenças na agricultura”

Data: 23 de maio (quinta-feira)

Horário: 16h

Local: Pavilhão de Inovação e Tecnologia

Palestrante: Fátima Grossi e Rogério Lopes (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia)

Serviço:

Agrobrasília 2024
Data: 21 a 25 de maio de 2024
Horário: 8h30 às 18h
Local: Parque Tecnológico Ivaldo Cenci – AgroBrasília, BR 251 km 5 – PAD-DF
O estande da Embrapa fica na Av. Cerrado, Rua 11

Entrada Franca

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024
Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024 Ao todo, o saldo
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!