Engenheiros elaboram propostas para cidades inteligentes

Engenheiros elaboram propostas para cidades inteligentes

Engenheiros elaboram propostas para cidades inteligentes

Trabalho da federação nacional da categoria será entregue a candidatos nas eleições municipais em todo o Brasil. Entre os temas abordados, o enfrentamento das mudanças climáticas e a necessidade de adaptação das localidades, além da implementação de programas efetivos de manutenção permanente.

A Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) lança no dia 15 de julho, às 15 horas, em evento no Auditório do SEESP, em São Paulo, mais uma etapa do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”. Intitulada “Cidades inteligentes – Garantir qualidade de vida à população”, a publicação parte da premissa segundo a qual cidade inteligente é a que funciona de forma adequada, assegurando bem-estar aos seus habitantes, e não só a que lança mão de recursos de tecnologia da informação em sua gestão, embora esses sejam essenciais.

Baseado em notas técnicas de especialistas e debates entre profissionais da área, o trabalho aborda habitação; saneamento; mobilidade urbana; gestão do espaço aéreo tendo em vista a infraestrutura de distribuição de energia e telecomunicações instaladas em postes; arborização e poda; Internet das Coisas na gestão pública; cibersegurança; qualificação dos profissionais da área tecnológica; além da proposta de estruturas de engenharia de manutenção com dotação orçamentária e quadro técnico próprios.

O objetivo da FNE é apresentar o documento aos candidatos a prefeituras e câmaras municipais nas eleições 2024, como sugestões aos seus programas de governo e atuação legislativa. O esforço, destaca o presidente da entidade, Murilo Pinheiro, visa contribuir para a melhoria das condições de vida da população que atualmente, além dos problemas históricos de precariedade da infraestrutura urbana, enfrenta os impactos dos eventos climáticos extremos.

“O cenário exige consciência de todos e real responsabilidade e compromisso público por parte de governantes e parlamentares. Os recursos precisam ser destinados a estudos, obras e projetos tecnicamente embasados, com extrema seriedade. A política terá de ser feita com objetivo de obter resultados que sirvam ao bem-estar dos cidadãos, ao desenvolvimento sustentável e à preservação ambiental”, ressalta Pinheiro.

Serviço

Lançamento “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento – Cidades Inteligentes”

Data: 15 de julho de 2024, às 15 horas

Auditório do SEESP – Rua Genebra, 25 – Bela Vista – São Paulo – SP

Evento aberto ao público

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Polímeros são alternativas sustentáveis e eficientes para o agronegócio
Polímeros são alternativas sustentáveis e eficientes para o agronegócio Solução que pode até substituir o aço em alguns processos da indústria ajuda também na
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!