Entra em funcionamento a nova fábrica Bonolat, de José Roberto Colnaghi, do Grupo Asperbras

A indústria de laticínios abre as portas com antecedência para iniciar ajustes operacionais e movimentar a economia da região frente à crise do COVID-19.

Em meio a tantas incertezas no cenário econômico mundial devido ao COVID-19, uma das empresas do Grupo Asperbras vai contra a força das más notícias. No dia 1º de maio, dia em que se comemora o Dia do Trabalho, começa a rodar a planta industrial da nova unidade da Bonolat, em Penápolis, interior de São Paulo. “Não se trata de inauguração. Decidimos começar a produzir antecipadamente a fim de realizar os ajustes operacionais e de maquinário e, gradativamente, incentivar a economia da região”, diz José Roberto Colnaghi, presidente do Conselho de Administração do Grupo Asperbras.

Nesse primeiro momento, direcionará seus esforços à produção de leite longa vida, em alta demanda no país. Consolidada essa etapa, serão reavaliados os processos administrativos e produtivos para que se inicie a fabricação de leite em pó.

Mesmo tendo antecipado o início das atividades, o Grupo Asperbras não tem previsão para a inauguração oficial da nova fábrica. De acordo com José Roberto Colnaghi, todas essas medidas estão sendo tomadas para que o evento possa acontecer quando o país já tiver superado a crise do coronavírus e estiver vivenciando um cenário de maior estabilidade. Futuramente, a empresa realizará a expansão da produção, gerando novos empregos em diversos setores e, consequentemente, mudando o perfil econômico de Penápolis (SP) e região. “Nosso intuito é injetar fôlego na economia, atender a demanda de leite e motivar a cadeia de produção leiteira,” garante o empresário.

Auxílio à comunidade

Além do início das atividades antecipado para ajustes de maquinário e incentivo à economia local, a Bonolat se prepara para uma ação solidária, com o intuito de ajudar quem precisa durante a crise gerada pelo coronavírus. A indústria fará a doação de 8 mil sacolas, cada uma contendo 3 litros de leite, para famílias em diversos bairros ao redor do município de Penápolis (SP).

Essa doação é uma forma de auxiliar a comunidade que sempre nos acolheu”, explica José Roberto Colnaghi.

Impacto econômico

A pandemia que atingiu todos os países impactou diretamente a economia mundial e vai impor um grande desafio a todos os governos para a retomada das atividades. Por conta das restrições no convívio social, quase todos os setores estão sendo afetados economicamente. Apenas os essenciais à população, como é o caso da indústria láctea, estão tendo um melhor desempenho.  

A indústria alimentícia, o agronegócio e os serviços de saúde auxiliarão na retomada da economia brasileira e a Bonolat já faz parte desse movimento,” afirma José Roberto Colnaghi.

(Fonte:Assessoria de imprensa)

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa
Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!