Manutenção preventiva no sistema de lubrificação em veículos parados durante a pandemia pode evitar danos ao motor

Verificar nível de óleo, observar se há vazamentos e o momento da troca do óleo e do filtro são algumas dicas de manutenção da Nakata para o sistema de lubrificação.

Com o advento da quarentena, os veículos permaneceram mais parados nas garagens e, com isso, os motoristas devem tomar cuidados para verificar alguns itens básicos, como bateria, calibragem dos pneus e nível do óleo lubrificante e tempo da troca.

O sistema de lubrificação, por exemplo, responsável por diminuir o atrito entre as peças móveis do motor, evitando assim o desgaste prematuro das peças. É composto por bomba, filtro de óleo, válvula reguladora de pressão, pescador de óleo, cárter, em alguns veículos radiador de óleo, endo de fundamental importância estar em boas condições para garantir o bom desempenho do veículo.

O sistema de lubrificação também auxilia a reduzir parte do calor gerado pelo funcionamento do motor. “É preciso ficar atento à manutenção preventiva do sistema de lubrificação para mantê-lo em perfeito funcionamento e evitar gastos desnecessários com o motor. Caso o veículo tenha ficado muito tempo sem rodar durante a quarentena, é importante verificar se o tempo para troca do óleo não expirou, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

A recomendação é não descuidar do nível de óleo lubrificante. “A troca de óleo deve ser realizada de acordo com a indicação do fabricante, respeitando as recomendações do manual do proprietário do veículo, sempre observando as especificações do modelo”, comenta Silva.

Outra componente que merece atenção é o filtro, em geral esse componente deve ser substituído junto com o óleo lubrificante, não é recomendável colocar óleo novo com filtro velho.

O motorista também deve ficar de olho à luz de óleo no painel. “Quando acesa pode indicar não só que o nível de óleo está abaixo do mínimo, mas também outros problemas graves no sistema de lubrificação, como falta de pressão no sistema que pode ser decorrente de falta de manutenção até   por defeito em algum componente do sistema.

“Luz de óleo acessa é motivo de parada imediata do veículo e busca de um profissional qualificado” afirma Silva

Outros sinais de defeitos no sistema de lubrificação são os vazamentos de óleo. “É recomendável procurar um mecânico de confiança para verificar a causa do vazamento, pois o vazamento decorre de diversas causas.

Ainda há ruídos que devem ser observados, pois pode ser indício de que a lubrificação dos componentes não está adequada.

O gerente da Nakata indica análise periódica de um profissional  dos itens do sistema de lubrificação para garantir o funcionamento correto do veículo. “A manutenção preventiva amplia a vida útil do motor e impede que o motorista tenha paradas indesejadas e gastos dispensáveis”, finaliza.

Para conferir esta e outras dicas de manutenção, basta acessar https://blog.nakata.com.br/checklist-para-verificar-o-sistema-de-lubrificacao-do-seu-carro/.

(Fonte:Assessoria de imprensa)

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Fortalecimento da agricultura familiar: Mosaic leva assistência técnica a pequenos produtores rurais da Bahia e do Maranhão Programa Village contribui para o aumento da
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!