Novas demandas tornam as baterias de baixa tensão protagonistas do futuro da mobilidade

Novas demandas tornam as baterias de baixa tensão protagonistas do futuro da mobilidade

Novas demandas tornam as baterias de baixa tensão protagonistas do futuro da mobilidade

Protótipo da solução de bateria baseada em íons de sódio, que está sendo desenvolvida pela Clarios em colaboração com a Altris

Com sede no Brasil, a líder global Clarios, proprietária da Baterias Heliar, adota uma abordagem agnóstica em relação à química da bateria e trabalha no desenvolvimento de novas tecnologias

O sistema de energia de baixa tensão é crucial para a próxima onda de inovação no setor automotivo

Embora as baterias de alta tensão capturem grande parte da atenção no cenário de eletrificação, as baterias de baixa tensão desempenham um papel crucial e frequentemente despercebido na evolução da mobilidade.

A Clarios, proprietária da marca Heliar, é líder absoluta no mercado brasileiro de baterias, equipando 2 em cada 3 veículos produzidos no país, incluindo veículos leves, pesados e motocicletas. Com aproximadamente 150 milhões de unidades vendidas anualmente, a Clarios abastece mais de 100 países ao redor do mundo.

Federico Morales-Zimmermann, vice-presidente e líder global de equipamentos originais, produtos e engenharia da Clarios, não hesita em dizer que as baterias de baixa tensão são a espinha dorsal do sistema elétrico dos veículos modernos. “E, à medida que olhamos para o futuro, essas baterias estão desempenhando um papel cada vez mais importante na eletrificação. Todos os veículos, inclusive os de combustão interna, híbridos e totalmente elétricos, precisam de uma fonte de energia de baixa tensão”, afirmou o líder global em visita ao Brasil, durante o evento Moldando o Futuro da Mobilidade.

Evolução da função da bateria

A bateria de baixa tensão foi inicialmente introduzida nos veículos para fornecer uma fonte de energia instantânea para o motor de partida elétrico, ajudando a iniciar a combustão no veículo tradicional à combustão.

Nos veículos modernos, inclusive nos modelos híbridos ou elétricos, a bateria de baixa tensão continua a servir como fonte de energia inicial para impulsionar o movimento, mas sua função evoluiu para dar suporte também à crescente eletrificação e digitalização dos sistemas, possibilitando a conectividade do veículo, níveis mais altos de autonomia e novos recursos de design essenciais para a segurança.

Prova disso, é o surgimento da nova geração de motores, cujos sistemas são desenhados com uma arquitetura multibateria. Essas múltiplas redes de baixa tensão são necessárias para atender às crescentes necessidades de energia e segurança. Com isso, os novos veículos passam a ser equipados com 2, 3 ou mais baterias.

 Químicas e tecnologias

Morales-Zimmermann explica que ao adotar uma abordagem agnóstica em relação à química da bateria, a Clarios, líder global em soluções avançadas de armazenamento de energia com sede no Brasil, está pronta para atender à crescente demanda por aplicações mais inteligentes no setor automotivo em escala mundial e para oferecer soluções integradas que atendam às diversas necessidades dos fabricantes de equipamentos originais.

Atualmente, a Clarios colabora com a Altris, uma empresa sueca especializada em tecnologia de íons de sódio, para desenvolver uma solução de bateria baseada em íons de sódio para uso veicular. Por meio dessa parceria, a companhia coloca-se na vanguarda do desenvolvimento de baterias de íons de sódio de baixa voltagem, uma tecnologia inerentemente sustentável devido à sua composição de elementos recicláveis, como sal, madeira, ferro e ar.

Tendências

“O futuro exigirá baterias com múltiplas químicas (chumbo-ácido, íons de lítio, íons de sódio, etc.) para atender à diversidade de aplicações, superar os desafios tecnológicos, promover a sustentabilidade e impulsionar a inovação da mobilidade. Na Clarios, estamos expandindo nossas ofertas para incluir essas redes com várias baterias e incorporando supercapacitores para aprimorar nossas soluções de sistema de baixa tensão”, detalha o líder

Olhando para o futuro, a companhia espera que a demanda global por baterias avançadas de baixa tensão continue a crescer em um ritmo acelerado. Essa expectativa se justifica pela combinação de diversos fatores como o crescimento do mercado automotivo, os avanços tecnológicos, a ampliação das áreas de aplicação, os benefícios ambientais, os fatores socioeconômicos, entre outros.

“Integramos química, eletrônica, software e diagnóstico para fornecer as melhores soluções, independentemente dos requisitos de tensão. Nossa presença global nos permite distribuir nossa ampla gama de produtos, incluindo soluções de 12 a 48 volts, para OEMs e para o mercado de reposição em todo o mundo”, assinala Morales-Zimmermann.

A Clarios observa que a eletrificação, a digitalização e a circularidade estão convergindo para moldar o futuro da indústria automotiva. Juntas, essas tendências estão promovendo um futuro mais sustentável, com carros mais inteligentes, conectados e voltados às necessidades da sociedade.

 

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Videoconferência referente as Principais Mudanças da Nova Lei de Licitações nº14.133/21 e os Impactos nas Contratações Públicas. DATA: 22,23, 24 e 25 de Julho
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!