Tel:11 - 4604-8046 | E-Mail: atendimento@eaemaq.com.br

Notícias do Mercado Orientações para a troca do elemento filtrante hidráulico

Orientações para a troca do elemento filtrante hidráulico

-

- Advertisement -
- Advertisement -

No “Abra Talks”, evento virtual da Abrafiltros, Eng. Alex Alencar, responsável pelo Dep. Técnico da Câmara Setorial para Filtros Industriais, destacou, entre outras questões, a importância de alarmes e sensores para identificar momento da troca do elemento filtrante.

Buscar informação no manual do proprietário, monitorar o desempenho do filtro, medir a manutenção do nível de limpeza e tempo, utilizar sensores de “filtro sujo” e, caso existam dúvidas sobre como fazer a manutenção, solicitar o apoio do fornecedor do filtro. Estas foram as recomendações do Eng. Alex Alencar, responsável pelo Dep. Técnico da Câmara Setorial para Filtros Industriais da Abrafiltros, no “Abra Talks”, novo evento virtual mensal da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, onde abordou o tema “Orientações econômicas e técnicas para a troca do elemento filtrante”.

Durante sua apresentação, Alencar destacou que os filtros industriais não possuem o mesmo comportamento que os automotivos. “Não há qualquer similaridade, até o óleo utilizado é diferente, um é bem de consumo e outro é bem de capital, com utilização e objetivos diferenciados”, comentou o engenheiro, lembrando que equipamentos industriais não têm a mesma rotina dos veículos, principalmente se a comparação for com o automóvel de uso regular, mas há uma tendência no mercado de levar em consideração a “quilometragem” ou o tempo de operação.

Explicou algumas diferenças entre o circuito hidráulico e equipamentos de transporte de fluidos. “A principal diferença entre o circuito hidráulico e equipamentos de transporte de fluidos é o conceito da bomba. No primeiro caso, a bomba pode ser de engrenagem, palhetas, pistões, ou seja, são bombas de deslocamento positivo”, explicou. Já no segundo, a bomba é do tipo centrífuga, a qual admite escorregamento.

Ressaltou também que, no circuito hidráulico, há perdas no sistema e parte da energia é transformada em calor. “O filtro funciona como uma barreira, com emaranhado de fibras, impondo resistência”, disse Alencar, acrescentado que a perda é medida pela queda de pressão. Segundo o engenheiro, numa determinada situação de perda de carga, a força que a pressão faz pode comprometer o desempenho do filtro, por isso é necessário um alarme. Disse que a perda de carga é em função da vazão, densidade do fluido, viscosidade cinemática do óleo e do próprio elemento filtrante.

Falou que não tem como determinar com precisão previamente quanto tempo dura o elemento filtrante, mas, de acordo com ele, caso sejam usados os mesmos elementos filtrantes e óleo, é possível utilizar a experiência de situações anteriores. “A tendência é ter a mesma vida útil”, afirmou.

Outro ponto que destacou no evento foi a falta de substituição do elemento filtrante, fator que pode ocasionar seu esmagamento. O ideal é usar o sensor. “Soou o alarme, deve ser providenciada a troca, pois após a abertura do by-pass, o óleo passa sem filtrar”, acrescentou. Lembrou também que há aplicações em que não há válvula de by-pass. É utilizado um elemento especial, com alta resistência ao esmagamento. Caso não seja usado elemento especial, será esmagado e lançado na linha do sistema.

O “Abra Talks”, realizado pela plataforma zoom, foi dividido em três momentos, de 30 minutos. Alencar participou da primeira parte do evento. Em seguida, o Prof. Dr. Fabio Campos, Coordenador da Câmara Setorial de Filtros para Estações de Tratamento de Água, Efluentes e Reúso, abordou “A filtração no reúso de efluentes industriais”, e Marco Antônio Simon, gestor de Projetos e Coordenador do Programa Descarte Consciente Abrafiltros, apresentou as “Obrigatoriedades da reciclagem de filtros automotivos”.

Para João Moura, presidente da Abrafiltros “estamos nos reinventando e seguimos na missão de abastecer nosso mercado de informações relevantes. O Abra Talks nasce com esse objetivo e esperamos que cada vez mais participantes estejam conosco”. Vale destacar que o conteúdo apresentado, será disponibilizado na integra para associados da Abrafiltros.

O próximo Abra Talks acontece no dia 12 de novembro das 09h às 11h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do email eventos@abrafiltros.org.br

(Fonte:Assessoria de imprensa)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas noticias

Queda do PIB: qual o impacto na construção civil?

Pixabay. Construtech investe em novas tecnologias e dobra o faturamento mesmo durante...

FPT INDUSTRIAL É PARCEIRA DE PROJETOS INOVADORES PARA REDUZIR EMISSÕES

Marca da CNH Industrial integra LONGRUN e IMPERIUM, esforços que estabelecem novas metas para consumo e...

Pesquisadores identificam plantas capazes de extrair níquel do solo

Avaliação de experimento sobre revegetação de pilha de estéril com espécies nativas em solos ricos em...

Caterpillar revive a série “Trial” com o novo vídeo de desafio Cat Trial #9: PAC-MAN™

Tabuleiro de jogo em tamanho real destaca produtos, tecnologia e serviços...
Anterior
Próximo

JCB celebra 75 anos com versão especial da 3CX no Brasil

Carro-chefe da marca, a retroescavadeira ganha as cores vermelho e azul, relembrando o modelo da MK...

Cemex, terceira maior produtora de cimento do mundo, fará palestra no Brasil

Palco 360º do FastBuilt Experience 2020. Mauricio Tessi, venture architect da companhia,...

Mais Lidas

Você também pode gostar deRELATED
Recomendamos para você