TEMI mantém o pé no acelerador para atravessar as turbulências

Setor de produção TEMI

Com o dólar operando em alta, a desvalorização do real frente à moeda norte-americana tem sido um componente positivo na atual fase de retração econômica no país. E os produtos nacionais ficaram mais competitivos lá fora. Prova disso, é que a balança comercial brasileira alcançou um superávit de 3 bilhões de dólares em setembro, melhor resultado para o mês em 4 anos – no acumulado deste ano, o saldo já supera 10 bilhões de dólares. Isso tem dado um fôlego para as empresas brasileiras que decidiram diversificar e investir nas exportações. Um exemplo disso é a TEMI, fabricante de peças (buchas, arruelas, flanges, mancais, discos, entre outros) fundidas, forjadas e usinadas em ligas de latão e bronze. A empresa atende aos setores automotivo, agrícola e industrial. “A TEMI, desde a sua constituição (em 2010) tem obtido um crescimento progressivo em sua linha de produtos no mercado. “Neste ano, independentemente da crise econômica que nosso pais vêm enfrentando, conseguimos fechar vários acordos e parcerias para fornecimento de produtos no Brasil e no exterior. Trabalhamos, consequentemente, no sentido de conseguir manter os nossos custos sob controle, mas, também, continuamos a investir na pesquisa e no desenvolvimento de novas tecnologias e  produtos”, destaca o Diretor da TEMI, Claudio Ribeiro.

No setor automotivo, a empresa atende os principais distribuidores da linha pesada. Na agrícola, oferece uma linha completa de peças produzidas em ligas de bronze para tratores, pulverizadores, plantadoras, colheitadeiras e transbordo para atender todo tipo de maquinário atualmente no mercado. Já na linha industrial, as máquinas e equipamentos da chamada “Linha Amarela”, como escavadeiras, moto niveladora, trator de esteira, carregadeiras e retro-escavadeiras vêm ganhando destaque na consolidação de produtos atualmente produzidos. Além disso, a TEMI desenvolve diversos produtos conforme necessidade e projeto dos clientes. “Para termos um crescimento consistente de longo prazo, a primeira tarefa é preservar a qualidade    nos produtos e serviços oferecidos. Sabemos que o país ainda não alcançou o patamar de qualidade econômico esperado para 2015. Mas sabemos que o  mercado poderá, apesar dos desafios, se consolidar e obter grandes conquistas ainda para este ano e início de 2016 . O desafio consiste em investir em tecnologias inovadoras e buscar alternativas significativas para o crescimento em tempos difíceis”, observa Ribeiro.

Essa estratégia é amparada por um quadro de colaboradores que acumulam  experiência de 15 anos nos ramos de fundição e usinagem de metais não ferrosos. A empresa mantém uma estrutura de especialização em engenharia, ferramentaria, e conta com laboratório próprio. “A qualidade no atendimento do cliente é um fator determinante para o sucesso da empresa. Para se manter em um mercado bastante competitivo, não se deve apenas servir aos clientes, mas precisamos atendê-los bem, conforme a necessidade de cada um. Nosso departamento de marketing disponibiliza aos clientes diversos materiais impressos e virtuais para divulgação dos novos lançamentos que acontece a cada mês. Proporcionando ao cliente uma rápida informação sobre cada produto lançado, diz Claudio Ribeiro.

Fabricante – TEMI

Contato – (17) 3237-7699

Website – temi.ind.br/

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa
Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!