Dynapac lança ‘sistema inovador’ de automação para pavimentadoras

DYNAPAC-MATMANAGER-TM-Copy
Inovação da Dynapac traz um grande diferencial para o mercado Latino Americano. Foto: Divulgação.

A Dynapac anuncia o lançamento de uma nova tecnologia de gestão digital do processo de pavimentação. O sistema MatManagerTM acompanha o consumo de material com medições em tempo real para garantir máximo aproveitamento e eliminar excedentes de material.

Através de um conjunto de diferentes sensores específicos montados na pavimentadora, é possível medir em tempo real e calcular os principais parâmetros de pavimentação:

• Taxa de consumo do material em tempo real, comparando as quantidades programadas para carga versus utilização efetiva;

• Distância / tempo restante até a necessidade de nova carga de material;

• Duração de partidas e paradas versus tempo dispendido nos trechos produzidos,

• Largura de trabalho;

• Temperatura do material;

• Velocidade e rpm do tamper por metro e por minuto e também em relação à velocidade de progressão da pavimentadora; 

• Dados meteorológicos incluindo temperatura do ar, umidade, velocidade do vento e pressão atmosférica;

• Mapeamento e registro dos dados por GPS.

“Esta inovação da Dynapac traz um grande diferencial para o mercado Latino Americano. Vamos muito além do equipamento de pavimentação e conseguimos entregar uma ferramenta que garante ao empreiteiro que ele completará sua obra no menor tempo possível, com o mínimo de material necessário e no máximo nível de qualidade. A automação e a digitalização são tendências essenciais no mercado de construção”, afirma Carlos Santos, Gerente de Vendas da Dynapac.

Os dados processados são exibidos em um monitor “touchscreen” podendo ser manipulados de diversas formas, para análise, relatórios e correções da operação

Todas as análises podem ser feitas muito além do âmbito de uma obra. O sistema é projetado para funcionar como um banco de dados histórico, onde cada operação pode ser comparada com outras, e as informações referentes às melhores performances obtidas podem ser resgatadas para comparar e aperfeiçoar a operação corrente, inclusive com registro de diretrizes comentadas.

“Os dados históricos são úteis também para o planejamento. Por exemplo, com base no registro climático de diferentes obras, em função de altitude, temperatura e chuvas, é possível saber o quanto isso impactará na produtividade de uma obra a ser feita em determinada data e local”, completa Carlos Santos.

Sua instalação e utilização são simples e acessíveis, com baixo investimento e sem taxas de licença recorrentes, um investimento único que traz resultados por muito tempo.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa
Agrobrasília 2024 contará com a participação de dez unidades da Embrapa De 21 a 25 de maio será realizada a edição 2024 da Agrobrasília – a
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!