Corteva Agriscience leva ao Encontro Nacional dos Produtores de Soja inovações…

Corteva Agriscience leva ao Encontro Nacional dos Produtores de Soja inovações em biotecnologia e ferramentas e serviços de licenciamento

Empresa conta com as tecnologias Enlist® para soja e WideStrike®3 para algodão, além de Tratamento Industrial de Sementes; soluções auxiliam os sojicultores na produtividade e no controle das principais daninhas que impactam as lavouras

Corteva Agriscience leva ao Encontro Nacional dos Produtores de Soja inovações em biotecnologia e ferramentas e serviços de licenciamento

A Corteva Agriscience participa do Encontro Nacional dos Produtores de Sementes de Soja (ENSSOJA), de 23 a 25 de maio, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O evento, promovido pela Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja (ABRASS), tem o objetivo de conectar produtores e multiplicadores com grandes players do agronegócio, para discutir questões como tecnologia, inovação, pesquisa, mercado e políticas públicas para o setor.

A Corteva, como uma empresa de pesquisa e desenvolvimento de soluções para auxiliar os produtores nos desafios diários do agronegócio, apresenta no ENSSOJA, em 24 de maio, às 9h30, a palestra “Biotecnologia, genética e tratamento de sementes Corteva em foco com os multiplicadores”, ministrada por João Braga Barros, Líder Comercial da Área de Licenciamento da área Norte da Corteva. No painel, Barros abordará a área de licenciamento da empresa, que conta com diversas ferramentas e soluções para os multiplicadores e licenciados.

Genética e biotecnologias

Entre as inovações da Corteva para o segmento, em genética de alta performance, disponibiliza a marca de licenciamento de variedades de soja Cordius®. Através do modelo de licenciamento, sendo uma obtentora de genética, a marca oferece genética aos principais multiplicadores de sementes, que realizam a produção e comercialização das sementes. O licenciamento de sementes de soja consiste em dar permissão a multiplicadores exclusivos, selecionados pela própria empresa, para utilizarem e revenderem as sementes de uma determinada cultivar, mediante pagamento de royalties.

Em biotecnologia, a principal inovação da Corteva está no Sistema Enlist®, formado pelos pilares de Sementes e Biotecnologia, Herbicidas e Genética de Alta Produtividade, aliado ao pilar de Boas Práticas Agrícolas. As sementes Enlist E3® são tolerantes aos herbicidas Enlist® Colex-D®, glifosato e glufosinato de amônio. Já as sementes Conkesta E3®, além da tolerância aos três herbicidas, trazem também duas proteínas Bt (Cry1F e Cry1Ac) que auxiliam na proteção das principais lagartas na cultura da soja. A tecnologia Enlist® está disponível nas variedades de marcas licenciadas dos parceiros de licenciamento que inclui a Cordius®, e nas marcas próprias verticais da Corteva: Pioneer® e Brevant® Sementes.

Em sua terceira safra, o Sistema Enlist® promove uma experiência completa ao agricultor e possui como principais benefícios: diversidade de herbicidas para a pós emergência da soja Enlist®, conveniência na aplicação e flexibilidade de uso, além do maior controle na aplicação do Enlist® Colex-D® (novo 2,4-D sal colina). O herbicida Enlist® Colex-D®, que integra o Sistema, oferece excelente eficácia no controle de plantas daninhas, além de redução de até 90% no potencial de deriva, ultrabaixa volatilidade e redução de odor. Ele traz muito mais flexibilidade e poder para o agricultor escolher como e quando aplicar, desde a dessecação até a pós-emergência da soja Enlist®, proporcionando um alto controle das invasoras e altas produtividades.

Além de biotecnologia em soja, a Corteva conta com a biotecnologia WideStrike®3 para algodão, que oferece proteção superior no controle das principais lagartas que atacam a cultura. Com as proteínas Cry1F, Cry1Ac e Vip3A das bactérias Bacillus thuringiensis, a tecnologia atua em todos os tecidos da planta e por todo o ciclo do algodão, promovendo maior proteção e longevidade para o algodão.

Tratamento Industrial de Sementes

Sempre investindo em pesquisa e desenvolvimento e levando cada vez mais soluções completas aos agricultores, a Corteva tem o portfólio de tratamento de sementes integrado ao Seed Apply Technologies (SAT), que engloba tecnologias que ajudam a maximizar a produtividade e a lucratividade da lavoura, com soluções que proporcionam raízes fortes e saudáveis, favorecendo melhor desenvolvimento da planta, com profissionais especializados em tratamento de sementes, e que desenvolvem produtos com foco em desempenho, qualidade e germinação, ajudando na expressão do máximo potencial produtivo da cultura. Todos os processos de testagem das receitas são realizados dentro do CSAT (Centro de Tecnologia para Tratamento de Sementes) da Corteva.

Entre as soluções em tratamento de sementes está o nematicida biológico Lumialza™. A inovação para soja e milho contém a bactéria Bacillus amyloliquefaciens (cepa PTA-4838), organismo natural que coloniza a região da raiz para criar uma barreira biológica para controlar as principais raças de nematoides, como os nematoides-das-galhas (como o Meloidogyne incognita), os nematoides-de-cisto (Heterodera glycines) e nematoides-das-lesões-radiculares (Pratylenchus spp), em soja e milho, ativando a produção de hormônios na planta, proporcionando maior desenvolvimento radicular e da parte aérea. Recentemente, o produto recebeu registro para controlar o nematoide-das-galhas (Meloidogyne javanica) em soja, do nematoide-das-lesões (Pratylenchus zeae) em milho e do nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis) em algodão.

Outro destaque nesta área é o inseticida Dermacor®, voltado às culturas de soja, milho, algodão, sorgo, arroz e feijão. Oferece controle das principais pragas de solo e foliares iniciais, como Elasmo e Spodoptera frugiperda, trazendo ao produtor ótima manutenção do estande e rápido estabelecimento da cultura, maximizando o potencial produtivo da semente tratada. Já Rancona®T é um tratamento fúngico de sementes que protege a lavoura contra as doenças da soja, trazendo manejo da resistência, formulação em mistura com fungicida de contato, ingrediente ativo com amplo espectro de ação e alta eficácia no controle de fungos de semente e de solo.

Desafio no manejo de plantas daninhas

As soluções pesquisadas e desenvolvidas pela Corteva, que serão apresentadas no ENSSOJA, auxiliam os sojicultores em um dos seus principais desafios no cultivo da oleaginosa: as plantas daninhas. “Nas últimas safras, as lavouras brasileiras, principalmente da região sul, tiveram alta incidência de buva e caruru. As invasoras, impactam severamente a produtividade e rentabilidade da soja. Segundo estudo da Consultoria Kynetec, na safra 2022/23, a buva foi identificada em 48% das lavouras brasileiras da oleaginosa. Já na densidade populacional de uma planta por metro quadrado, a invasora pode reduzir a produtividade em 9,4 sacas por hecater (sc/há), de acordo com a Supra Pesquisa. O caruru tem se expandido nas últimas safras por toda a região Sul e também pode causar reduções na produtividade de até 5 sc/ ha quando presente na densidade de uma planta por metro quadrado nas lavouras. .

Ambas as invasoras, podem ser controladas com o Sistema Enlist®, com as variedades de soja com a biotecnologia Enlist®, associadas ao herbicida Enlist® Colex-D®

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024
Ferrovia de MT é responsável por 62,1% do saldo de empregos em infraestrutura no estado no 1º tri de 2024 Ao todo, o saldo
Categorias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Deixe seu Email para acompanhar as novidades 

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!